PCD: veja como solicitar viagens interestaduais gratuitas

Todas as pessoas de baixa renda comprovada e com deficiência física, mental, auditiva, visual, doença renal crônica ou ostomia têm direito ao benefício

0
2
Foto: Divulgação/Governo Federal

No Brasil, há 20 anos, pessoas com deficiência de baixa renda têm o direito à passagem gratuita em viagens interestaduais, seja de ônibus, barco ou trem.

Para isso, são emitidas credenciais de Passe Livre, um programa do Governo Federal. Só em 2021, mais de 70 mil pessoas receberam a carteirinha.

+ Valor de carro com isenção de IPI para taxistas e PCD chega a R$ 200 mil
+ Isenção do IPVA para PCD é ampliada em SP; veja quem tem direito
+ Montadoras deverão produzir carros adaptados para PcD, segundo PL


Todas as pessoas de baixa renda comprovada e com deficiência física, mental, auditiva, visual, doença renal crônica ou ostomia têm direito ao benefício nas viagens interestaduais. Para isso, a média da renda mensal deve ser de até um salário mínimo por pessoa da família.

O serviço funciona pela internet, mas em Brasília existe um ponto de atendimento presencial, que funciona na rodoviária do Plano Piloto.

Como solicitar?

O site do cadastro eletrônico de solicitação do Passe Livre conta com um vídeo ensinando o preenchimento do pedido (veja neste link). Veja o passo a passo abaixo:

-Para fazer a solicitação, é preciso acessar o endereço eletrônico e informar o número do CPF. Em seguida, preencher os dados pessoais e dos familiares.

-Depois, o interessado deve digitalizar ou fotografar os documentos solicitados e anexar pelo próprio sistema. Os documentos exigidos são: Atestado ou Relatório Médico Padrão do Passe Livre emitido há no máximo um ano, uma foto 3×4 colorida com fundo branco e a cópia do Documento de Identificação.

-Existe a possibilidade de a pessoa com deficiência contar com um acompanhante na viagem. Nesse caso, é necessário que o atestado ou relatório conte com a declaração do médico de que a pessoa necessita de acompanhante para a sua locomoção. Para inclusão do acompanhante no passe livre é necessário ter em mãos o CPF, o documento de identificação e renda do acompanhante e de todos os familiares dele, além do grau de parentesco do familiar.

-Ao final é só pressionar o botão “Enviar para Análise” para o processo chegar ao sistema do Passe Livre. Se o requerente for menor de idade ou incapaz e o pai ou mãe não forem os responsáveis legais, é necessário que seja encaminhado o Termo de Guarda, Termo de Tutela ou Curatela.

-O prazo para análise, emissão e envio da credencial é de 30 dias, a partir do recebimento da documentação pela equipe do programa. Pelo portal, é possível acompanhar o andamento da solicitação.

-Depois de aprovado, o Passe Livre chega no endereço do solicitante. Essas credenciais têm validade de três anos e podem ser renovadas a critério do beneficiário.

Dúvidas

O interessado também pode entrar em contato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres pelo e-mail ouvidoria@antt.gov.br ou pelo telefone 166.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Nova placa preta é lançada oficialmente; veja quando entra em vigor
+ Preço da gasolina aumenta e pode chegar a quase R$ 8, diz ANP
+ IPVA SP 2022: veja quando começa o vencimento do desconto de 5%
+ Rodízio de veículos em SP está suspenso nesta segunda e terça; veja
+ Monstruosa Ram TRX 6×6 está sendo leiloada
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ CNH vencida: veja o grupo que precisa renovar o documento em janeiro
+ Leilão da Receita tem Ford Mustang e Dodge Dart a partir de R$ 5 mil
+ Scooters elétricas: confira 5 vantagens de apostar nesse modelo
+ Kombi elétrica: veja o que sabemos sobre a van em produção; assista
+ Transferência de veículos com IPVA a vencer pode virar realidade em SP
+ Volkswagen Gol vai virar SUV em 2023; veja a projeção