Pesquisa revela a cor de carros seminovos mais valorizada em 2021; veja

0
5
Foto: Pexels

A Mobiauto, marketplace de carros usados, realizou uma pesquisa em sua base de dados para verificar o comportamento de preços dos modelos seminovos no país (2019 e 2020) separados por cores.

Inicialmente, os pesquisadores apanharam cotações de centenas de marcas e modelos em janeiro e, posteriormente, dos mesmos veículos em dezembro de 2021.

+ CES 2022: BMW apresenta tecnologia que muda cor de carro; assista
+ PRF apreende Quantum com giroflex e adesivo de ‘Os Caça-Fantasmas’
+ Ford lança 2 versões de motorhome com base na Transit


O levantamento considerou as 16 marcas de maior volume de vendas do país, com um total de 565 modelos e versões. Para cada uma delas, os pesquisadores da área de Estatísticas da Mobiauto selecionaram a variação de preços das cinco cores mais comuns: branco, prata, cinza, preto e vermelho.

Outras tonalidades mais raras, como amarelo, verde, azul ou marrom foram descartadas da pesquisa por terem uma amostragem muito restrita e nem pertencerem ao menu dos principais modelos zero km.

O resultado do levantamento indicou que a cor vermelha foi a mais valorizada no ano passado. Veja a tabela abaixo:

Foto: Divulgação

“Ficamos surpresos com o resultado! Esperávamos que o branco fosse liderar a pesquisa, mas o resultado mostrou equilíbrio, sinal de que o consumidor de carros seminovos está cada vez mais seletivo com outros quesitos na compra, como estado de conservação, documentação, origem do veículo… e muito menos preocupado com a cor do veículo que está sendo adquirido”, diz o consultor automotivo e CEO da Mobiauto, Sant Clair Castro Jr., em nota divulgada.

E completa: “repare na tabela que as cinco primeiras colocações são de cores aleatórias, mas todas elas de modelos 2019. Os cinco seguintes são 2020. Isso decorre por circunstâncias mercadológicas que favorecem o modelo mais velho, visto que seus preços estão mais acessíveis. E definitivamente elimina qualquer preferência por esta ou aquela cor”.

De acordo com o consultor da Mobiauto, a ótima performance dos seminovos na cor vermelha também está atrelada a outros dois aspectos: a cor é mais comum em alguns nichos de mercado, o que ajudaria a valorizá-la.

“Você não vê muitos sedãs ou SUV´s vermelhos. É uma cor mais comum em modelos de entrada (hatches e picapes compactas, por exemplo). E esses carros são naturalmente muito procurados, o que pode ter ajudado no aumento de preços do vermelho”, explica Castro Jr.

Na outra extremidade, o vermelho também é acalentado nas poucas opções de carros esportivos, o que levaria o comprador a pagar um pouco mais caro neste caso específico para ter seu seminovo na cor mais representativa.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ PRF apreende Quantum com giroflex e adesivo de ‘Os Caça-Fantasmas’
+ CNH vencida: veja o grupo que precisa renovar o documento em janeiro
+ Rodízio de SP está suspenso desde segunda (20); veja quando volta
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ São Paulo suspende rodízio de automóveis em dezembro; veja as datas
+ IPVA 2022 de São Paulo tem desconto triplicado; veja a tabela
+ Licenciamento 2022: Detran-SP divulga calendário e preço; veja
+ Avaliação: uma semana de Renault Zoe – carro elétrico vale a pena?
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ CES 2022: BMW apresenta tecnologia que muda cor de carro; assista