Peugeot 3008 TRÊS em UM

PEUGEOT 3008 ?24.000

Ponha a altura de um utilitário esportivo, acrescente o conforto de uma minivan e misture com o design esportivo de um hatch. O resultado dessa receita atende pelo nome de Peugeot 3008, veículo que inaugura a entrada da montadora francesa em um segmento nunca antes explorado: o dos crossovers.

Fabricado na planta de Sochaux, no leste da França, ele foi lançado oficialmente no início de maio, na cidade de Dubrovnik, na Croácia, e desembarcará no Brasil no segundo semestre de 2010. Custando mais de R$ 100 mil, disputará mercado com concorrentes de peso como o VW Tiguan, o Volvo XC60, o Ford Kuga e o Nissan Qashqai – sendo que estes dois últimos ainda não estão à venda no País. Montado sobre a plataforma do modelo 308, ele tem tudo para dar trabalho aos rivais, pois reúne alta tecnologia embarcada e bom desempenho.

A versatilidade típica dos monovolumes aparece no bagageiro deste Peugeot. São 512 litros, divididos em três diferentes níveis de altura para acomodar e separar as bagagens da família. Os bancos podem ser rebatidos e o traseiro central serve de porta-copos

Na Europa, o cliente terá seis opções de motor. São quatro a diesel (1.6 e 2.0), que vão de 120 cv a 163 cv, e duas a gasolina, ambas 1.6 de 120 cv a 150 cv. Essa unidade é a mesma que equipa o Mini Cooper, o pequeno carro da marca inglesa que pertence à BMW e que começou a ser vendido ofi- cialmente no Brasil no mês passado. Quando exigido, o 3008 responde bem às retomadas de velocidade e chama a atenção por sua elasticidade.

Outro ponto que não passa em branco é a estabilidade do modelo em curvas. Algo crucial para um veículo que possui 4,36 m de comprimento, 1,63 m de altura e pesa 1.459 kg. Isso se deve ao Dynamic Rolling Control, sistema hidráulico que funciona como se fosse um terceiro amortecedor central, equilibrando a carga de pressão nos amortecedores traseiros no momento das curvas. A tração permanente nas quatro rodas também ajuda bastante.

Por dentro, apesar do excesso de acabamentos em plástico, o 3008 traz novidades interessantes como o Head Up Display, uma tela translúcida na qual são projetadas informações de velocidade, alertas e a distância em relação ao veículo da frente. Pode parecer um mero detalhe, mas estima-se que 50% dos acidentes que acontecem nas rodovias europeias estejam ligados a distâncias não respeitadas.

O interior ainda conta com ar-condicionado digital individual, sistema de entretenimento, teto solar panorâmico e GPS integrado ao painel. O console central, repleto de porta-objetos proporciona um ar mais elegante ao carro, mas ao mesmo tempo atrapalha por ser alto demais, tornando um tanto incômodas as trocas de marcha. No banco dos passageiros, há espaço de sobra para uma família, mas a visão traseira é prejudicada pela janela pequena e inclinada e pelas colunas largas.

Cheio de tecnologia, ele deverá custar mais de R$ 100 mil

O porta-malas é outra característica que contribui para o carro disputar mercado como um modelo para a família. Ele dispõe de um piso removível que divide o espaço em três níveis de altura, mostrando o lado prático desse crossover com características de utilitário esportivo, de minivan e de hatch ao mesmo tempo. Será que, por mais de R$ 100 mil, terá fôlego para disputar com nossos SUVs?

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaO novo Chevrolet