PICAPE MÉDIA: Ford Ranger

Interior de sedã, suspensões melhores e ótima mecânica

Ford Ranger
Foto: Divulgação

CONFIRA AQUI TODOS OS PREMIADOS NA COMPRA DO ANO 2020

› VERSÕES C.DUPLA
XLS 2.2 4×2 AT R$ 133.690
XL 2.2 4×4 MT R$ 137.790
Storm 3.2 4×4 AT R$ 150.990
XLS 2.2 4×4 MT R$ 154.090
XLS 2.2 4×4 AT R$ 160.890
XLT 3.2 4×4 AT R$ 183.790
Limited 3.2 4×4 AT R$ 199.990

Na Compra do Ano 2019, a Amarok V6 era novidade e venceu por pouco, em parte pela nova opção que deixa até esportivos para trás. Depois, a Ford Ranger chegou levemente reestilizada, mas com grande evolução no conforto ao rodar. E superou a Volks como nossa picape favorita.

O motor 3.2 turbodiesel das Ranger Storm, XLT e Limited tem dois cilindros a menos que o da Amarok V6, mais ainda mostra ótimos 200 cv. A Ranger acelera de 0-100 km/h em 11,6 segundos, bem longe dos 8 da rival, mas ainda bastante aceitável para uma picape. E com a vantagem do consumo menor, até porque sua tração não é 4×4 em tempo integral como na Amarok, mas acionada por um botão.

Foto: Divulgação

Há, ainda, o motor 2.2 de 160 cv nas versões XL e XLS – essa última bem equipada, com itens que antes vinham só nas Limited, e com 4×4, é uma alternativa mais robusta para o uso pesado e maior à Toro diesel da página ao lado.

A cabine é outro ponto forte da Ranger. A sensação é a de se estar em um sedã: o cluster tem as laterais digitais e configuráveis, os bancos são de couro legítimo e o novo interior preto é chique (antes era cinza). Outro destaque é a central multimídia, com interface bonita e fácil de usar.

A maior evolução, porém, aparece ao rodar. Para começar, a picape não está mais tão “dura”. A suspensão dianteira foi totalmente modificada, com novos coxins, barra estabilizadora, molas e amortecedores, enquanto na traseira a calibração foi refeita e não deixa mais a picape “pular” tanto. Para completar, a versão Limited ganhou o pacote de segurança mais completo do mercado. Além de alerta de colisão, piloto automático adaptativo e assistente de permanência em faixa, agora há leitor de placas (que lê a velocidade máxima e mostra no painel) e frenagem autônoma que identifica carros e pedestres.

Potência 160 ou 200 cv › Caçamba 1.180 litros › Consumo C › Versões indicadas XLS 4×4 e Limited

Confira abaixo os vencedores em cada categoria (clique nos links para ler a avaliação completa):
HATCH URBANO: Renault Kwid
HATCH COMPACTO: Hyundai HB20
HATCH PREMIUM: Mercedes-Benz Classe A
SEDÃ COMPACTO: Hyundai HB20S
SEDÃ MÉDIO: Toyota Corolla
SEDÃ GRANDE: Honda Accord
SEDÃ PREMIUM: Volvo S60
SEDÃ DE LUXO: Audi A6
STATION WAGON: Volvo V60
MONOVOLUME: Chevrolet Spin
HÍBRIDO: Toyota Corolla
ELÉTRICO: Nissan Leaf
ESPORTIVO: Porsche 911
CONVERSÍVEL: BMW Z4
AVENTUREIRO: Fiat Argo Trekking
SUV COMPACTO: Volkswagen T-Cross 
SUV MÉDIO: Toyota RAV4
SUV PREMIUM: Range Rover Evoque
SUV DE LUXO: Audi Q8
SUV 4X4: Mitsubishi Pajero Sport
PICAPE MONOBLOCO: Fiat Toro