Renault Duster Oroch chega a partir de R$ 62.290

A picape do Duster chegou. Depois de exibir sua versão de produção no Salão de Buenos Aires, em junho, a marca acaba de lançar oficialmente no Brasil a aguardada Duster Oroch. É o lançamento mundial da novidade, que começa a ser vendida em três versões, as mesma oferecidas no crossover.

A de entrada é a Expression 1.6, que sai por R$ 62.290. A Dynamique 1.6, mais equipada, custa R$ 66.790. Já a Dynamique mais potente, com motor 2.0, é vendida por R$ 70.790.


Já dirigimos a novidade, e nossa primeira avaliação você confere aqui.

Com a Oroch, a Renault vai abocanhar uma fatia de nosso apetitoso mercado de picapes, que tem cerca de 450.000 unidades vendidas anualmente (olhando apenas as picapinhas tradicionais – Strada, Saveiro e cia. –, as vendas cresceram nove vezes mais que as dos veículos de passeio entre 2010 e 2014). É um segmento do qual ninguém quer ficar de fora – mas não é tão fácil assim conseguir um lugar ao sol. Vide a Peugeot, que fracassou com a 207 Hoggar, que não conseguiu uma participação expressiva e acabou saindo de linha.

Com a Duster Oroch, porém a história é diferente. Isso porque em vez de copiar as líderes, a Renault usa uma receita inédita para mirar principalmente os consumidores de picapinhas topo de linha, mas quem sabe até uma parte dos compradores de picaponas.

Até hoje, se você precisava (ou simplesmente gostava) de uma caçamba, tinha que gastar muito dinheiro e dirigir um veículo enorme, pouco confortável e nada prático no dia a dia – ou  então conviver com o pouco espaço interno das picapinhas, principalmente para quem viaja atrás (que ainda tem acesso ruim pela falta das quatro portas; mesmo a Fiat Strada, com a terceira porta, não é uma solução ideal). A Oroch fica no meio do caminho, tanto em preço em tamanho quanto em preço.

Enquanto as picapinhas cabine dupla custam de R$ 50.000 a R$ 70.000 e as picaponas cabine dupla partem de mais de R$ 90.000, a Oroch está na faixa intermediária. Enquanto Strada e Saveiro ficam na faixa de 4,5 m de comprimento e 2,75 m de entre-eixos e Ranger, S10 e cia. têm 5,20-5,30 m e 3,10-3,20 m e a Oroch 4,69 m e 2,83 m. É, portanto, uma picape médio-compacta – como as S-10 e Ranger de gerações atrás.

A caçamba não é grande, verdade, mas é quase igual à das picapes menores em suas versões cabine dupla, e atendem à maioria dos clientes que procuram esse tipo de carro. A picape Oroch tem capacidade para 650 kg ou 683 litros, enquanto na Strada vão 650kg ou 680 litros e na Saveiro, 607 kg ou 580 litros. Mas a grande diferença – enorme, na verdade – é que na Oroch a caçamba vem acompanhada de uma cabine de quatro portas, com janelas traseira que se abrem por inteiro e muito mais espaço interno.

Mas o verdadeiro pulo do gato é que, por ser fabricada com carroceria monobloco como as picapinhas, ela acaba sendo bem mais leve, econômica e confortável do que suas primas grandalhonas – que tem carroceria montada sobre chassi – e quase tão alta quanto elas. E é bom deixar claro que a Renault não simplesmente “cortou” uma caçamba no Duster (não que faltasse robustez ao crossover, essa é uma de suas grandes qualidades). A distância  entre-eixos foi aumentada, a suspensão traseira foi retrabalhada para a nova distribuição de massa – e é sempre multilink, como no Duster 4×4, e não com feixe de molas, o que garantirá comportamento melhor em curvas e mais conforto.

Os motores são os mesmos do Duster, ambos flex: o 1.6 16V de até 115 cv e 15,9 kgfm e 2.0 16V de até 148 cv e 20,9 kgfm. Com o motor menor o câmbio é sempre manual de cinco marchas e, com o maior, manual de seis marchas – exatamente como no crossover. Para reduzir o consumo, a função EcoMode pode ser acionada por meio do botão no painel. Ela limita a potência e o torque, além de reduzir a potência do ar-condicionado, reduzindo em 10% o gasto de combustível. Ajuda também a economizar o indicador de troca de marchas, que sugere a melhor hora fazer as mudanças. O curioso é que, com a vantagem do câmbio de mais marchas, as versões 1.6 e 2.0 gastam quase o mesmo. Mas se o desempenho da primeira é apenas adequado, o da segunda é respeitável (mais detalhes sobre o consumo e o desempenho nas fichas técnicas, mais abaixo).

A tração básica é dianteira, outra vantagem em relação às grandalhonas 4×2, que, com pouco peso apoiado sobre o eixo motriz traseiro, “atolam” até em gramados. Mesmo nas versões sem 4×4, ter o peso do motor sobre o eixo de tração garante melhor capacidade para enfrentar estradinhas de terra e off-road “light” (os pneus são de uso misto e as rodas têm aro 16). Para desafios maiores, a solução será a versão com tração nas quatro rodas – que, com o mesmo sistema do Duster, que tem um botão para selecionar 4×2, 4×4 e 4×4 com bloqueio do diferencial, deve chegar no ano que vem, como a versão automática.

Os pneus 215/65 R16 de uso misto são mais resistes em comparação com um pneu 100% urbano. A altura em relação ao solo elevada (206 mm) e significativos ângulos de ataque (26º) e saída (21º), a picape da Renault encara os obstáculos urbanos com valentia.
Já o interior não muda. Continuam ali o acabamento simples do Duster e a posição de dirigir que não é das melhores (mas que também não é nenhum grande destaque da Strada ou da Saveiro).

A lista de equipamentos é bastante adequada já na versão básica, embora não lá muito sofisticada. Nas Dynamique, há piloto automático, sensor de estacionamento e uma ótima central multimídia, mas faltam itens como ar-condicionado automático e isofix para cadeirinhas infantis. A central multimídia tem tela muito baixa, mas boa interface e recursos interessantes, como Eco-Scoring (que ensina a dirigir economicamente), navegador GPS com informações de trânsito e conectividade com apps como TripAdvisor, Facebook e Twitter, que podem ser controlados pela própria tela da central.

Espaçosa, alta, com quatro portas e preço competitivo, a Oroch tem tudo para dar muito trabalho não só para as picapinhas, como também para as picaponas. Mas vale lembrar que a Fiat Toro também está chegando para brigar nesse mesmo nicho, com uma proposta bastante similar

LISTA DE EQUIPAMENTOS:
Expression 1.6
Abertura interna do tanque, alerta de luzes acesas, ar-condicionado, ar quente, ajuste de altura do banco do motorista, porta-revistas atrás dos bancos, direção hidráulica, luzes no teto na frente e atrás, indicador de troca de marcha, luz de leitura para passageiro, protetor de caçamba, relógio digital, regulagem manual interna dos retrovisores, travas e vidros elétricos, vidros verdes, ajuste de altura do volante, barras de teto, santantônio, luzes diurnas, roda de liga aro 16 “alumínio”, comando de áudio e celular na coluna de direção, CD player com USB, aux. e bluetooth, alarme, airbag duplo, chave com comando a distância, desembaçador do vidro traseiro, ABS, protetor de cárter, travamento automático das portas, trava para crianças, espelho de cortesia no para-sol do passageiro  OPCIONAL: Pack Plus (retrovisores elétricos e faróis de neblina)

Dynamique 1.6
Todos os itens acima mais: sistema multimídia com tela de 7″ sensível ao toque, navegador GPS com informação de trânsito e Eco-Scoring, computador de bordo com 10 funções, alças de apoio traseiras, duas tomadas 12V, porta-luvas iluminado, indicador de temperatura externa, espelho de cortesia no para-sol do motorista, piloto automático, limitador de velocidade, retrovisores elétricos, sensor de estacionamento traseiro, vidro de motorista com um toque, volante revestido de couro, maçanetas na cor da carroceria, rodas aro 16 “cinza escuro” ACESSÓRIOS: Kit com capota marítima, alargador de para-lamas, proteção frontal, grade de proteção do vidro traseiro, faróis adicionais OPCIONAIS: banco com revestimento parcial em couro (R$ 1.700)

Dynamique 2.0
Todos os itens da Dynamique 1.6 mais: câmbio manual de seis marchas OPCIONAIS: banco com revestimento parcial em couro (R$ 1.700)

FICHAS TÉCNICAS
Renault Duster Oroch Dynamique 2.0
Preço básico: R$ 70.790
Motor: 4 cilindros em linha, 16V
Cilindrada: 1998 cm3
Combustível: flex
Potência: 143 cv a 5.750 rpm (g) / 148 cv a 5.750 rpm (e)
Torque: 20,2 kgfm a 4.000 rpm (g) / 20,9 kgfm a 4.000 rpm (e)
Câmbio: manual, seis marchas
Tração: dianteira
Direção: hidráulica
Dimensões: 4,693 m (c), 1,821 m (l), 1,695 (a)
Entre-eixos: 2,829 m
Pneus: 215/65 R16
Caçamba: 683 litros ou 650 quilos
Tanque: 50 litros
Peso: 1.346 kg
0-100 km/h: 10s6 (g) e 9s7 (e)
Velocidade máxima: 178 km/h (g) / 186 km/h (e)
Consumo cidade: 9,2 km/l (g) / 6,4 km/l (e)
Consumo estrada: 10,8 km/l (g) / 7,3 km/l (e)
Emissão de CO2: 137 g/km
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: A (Comercial)

Renault Duster Oroch Expression 1.6
Preço básico: R$ 62.290
Motor: 4 cilindros em linha, 16V
Cilindrada: 1598 cm3
Combustível: flex
Potência: 110 cv a 5.750 rpm (g) / 115 cv a 5.750 rpm (e)
Torque: 15,1 kgfm a 3.750 rpm (g) / 15,9 kgfm a 3.750 rpm (e)
Câmbio: manual, cinco marchas
Tração: dianteira
Direção: hidráulica
Dimensões: 4,693 m (c), 1,821 m (l), 1,695 (a)
Entre-eixos: 2,829 m
Pneus: 215/65 R16
Caçamba: 683 litros ou 650 kg
Tanque: 50 litros
Peso: 1.292 kg
0-100 km/h: 14s3 (g) e 13s2 (e)
Velocidade máxima: 160 km/h (g) / 164 km/h (e)
Consumo cidade: 9,6 km/l (g) / 6,6 km/l (e)
Consumo estrada: 10,9 km/l (g) / 7,5 km/l (e)
Emissão de CO2: 133 g/km
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: A (Comercial)