Poder elétrico

EMISSÃO DE CO2 zero g/km 100% ELÉTRICO

TESLA ROADSTER SPORT R$ 274.000 SUGERIDO / EUROPA (€ 118.951)

Em comemoração ao dia mundial do meio ambiente, 5 de junho, vamos falar mais uma vez de um carro elétrico. Desta vez, não se trata de um carro no qual o motorista deve abrir mão da emoção em nome da consciência tranquila e de um planeta limpo. Não mesmo. Com o Tesla, a história é bem diferente. Nascido do sonho do genial empreendedor Elon Musk, o roadster chega à pista da Quattroruote com as baterias bem carregadas depois de quatro horas preso na tomada de 63 amperes. Na sua casa, demoraria cerca de 14 horas.

Internamente, a posição de dirigir é adequada e deixa os braços livres para manobras. Equipamentos, só os necessários (falta, por exemplo, a assistência da direção, eliminada para poupar energia), mas ele não chega a ser espartano. Seleciono a marcha à frente (não existem relações convencionais de câmbio) e acelero na reta a 30, 40 km/h. Acelero mais e sinto meu corpo colar no banco. Quase não acredito quando escuto pelo rádio “Passagem de 30 a 60 km/h em 1,62 segundo”. Deve haver algum engano.

A Lamborghini Gallardo, com 560 cv, faz a prova em 2,84 segundos. “Nenhum erro”, dizem os engenheiros dos boxes. E o mais incrível é que a progressão continua até 130, 140 km/h, quando o carro parece que vai voar. A máxima é limitada a 201 km/h, menos do que nos melhores superesportivos. Quem se importa? O que ele oferece até aqui é muito mais do que se espera de um elétrico.

Nessa tocada, a autonomia ca em 160 km, mas em um passeio relaxado ele rodou 333 km. No comportamento, mostra um pequeno desbalanceamento traseiro em relação ao peso, mas sem interferir na dinâmica, e um ligeiro subesterço, fácil de controlar, mesmo sem ESP. O volante é pesado mas o esterço é rápido e preciso. Ou seja, um esportivo puro, brutal e… elétrico. Será esse o nosso futuro?

Acima, o volante bastante pesado, mas com esterço preciso; o porta-malas que comporta apenas 124 litros (o suficiente para um fim de semana); e o prático mecanismo para abertura da capota de lona. Um olhar atento perceberá a semelhança de seu design com o do Lotus Elise, mas não se trata de uma cópia: o esportivo inglês serve de base para sua construção Acima o contagiros é substituído por um amperímetro. Abaixo, o plugue para recarga que muda de cor conforme o nível de energia. Ao lado, no túnel central, informações sobre o estado das baterias

No alto o contagiros é substituído por um amperímetro. Acima, o plugue para recarga que muda de cor conforme o nível de energia. Ao lado, no túnel central, informações sobre o estado das baterias

Tesla Roadster Sport

MOTOR elétrico, 375V, assíncrono e trifásico TRANSMISSÃO automática, direta, tração traseira DIMENSÕES comp.: 3,95 m larg.:1,73 m alt.: 1,15 m ENTRE-EIXOS 2,352 m PORTAMALAS 124 litros PNEUS 175/55 R16 (dianteiros) / 255/45 R17 (traseiros) PESO 1.260 kg • ELETRICIDADE POTÊNCIA 292 cv de 4.400 a 6.000 rpm TORQUE 41 kgfm de zero a 5.100 rpm (regime máximo: 14.000 rpm) VELOCIDADE MÁXIMA 201 km/h 0 100 km/h 4,4 segundos AUTONOMIA 333 km TEMPO DE RECARGA tomada convencional: 14 horas – posto de carregamento rápido: quatro horas

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool
+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas
+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial
+ Os 20 carros 1.0 mais econômicos do mercado brasileiro
+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar



COMPARTILHAR
Notícia anteriorO espaço que sua família merece
Próxima notíciaMotor News