Porsche mostra o novo Cayenne e outros modelos híbridos

0
296
Divulgação

As grandes do estande da Porsche foram os modelos híbridos. Nesta 28ª edição do Salão de São Paulo, o fabricante aproveitou para mostrar a nova geração do Porsche Cayenne, que foi apresentado no último Salão de Paris, em outubro deste ano. Para o Brasil, o utilitário esportivo será oferecido de imediato nas versões Cayenne S, Cayenne Turbo e a híbrida Cayenne S E-Hybrid.
Comparado ao seu modelo antecessor, o Cayenne S E-Hybrid está mais eficiente. A potência do propulsor elétrico foi aumentada de 47 cv para 95 cv de potência. Dependendo do modo de dirigir do motorista é possível percorrer de 18 a 36 km somente utilizando a eletricidade. Já o motor a combustão é um V6 3.0 com 333 cv. A potência combinada dos motores é de 416 cv, que permitem ao Cayenne S E-Hybrid acelerar de 0-100 km/h em 5,9 segundos e atingir 243 km/h de velocidade máxima. Apesar do porte avantajado do SUV, a Porsche declara um consumo combinado de 29,4 km/l com baixas emissões de CO2 de 79 g/km. A versão mais potente da família Cayenne é a Turbo. Sob o capô, está o bloco biturbo de oito cilindros de 4,8 litros com 520 cv de potência. O comportamento é de um esportivo puro-sangue: faz de 0 a 100 km/h em apenas 4,5 segundos (4,4 segundos com o pacote Sport Chrono), com uma velocidade máxima de 279 km/h.]

A Porsche também aproveitou para mostrar o Panamera S-Hybrid. O Gran Turismo de quatro portas, assim como o Cayenne S-Hybrid usa um motor V6 à combustão de 333 cv em trabalho conjunto ao propulsor elétrico. Ao todo, também aparecem 416 cv de potência (igual ao do Cayenne S E-Hybrid). Ele consegue acelerar silenciosamente até a velocidade de 135 km/h. Já com a força dos motores à combustão junto ao elétrico, o Panamera S E-Hybrid acelera de 0-100 km/h em 5,5 segundos e atinge os 270 km/h de velocidade máxima.


Outras estrelas do estande da Porsche foram o Cayman GTS e o Boxster GTS –ambos os modelos avaliados por MOTOR SHOW (confira na edição 375/junho 2014). O fabricante também debutou o 911 Targa e o 911 Turbo S Cabriolet. Além disso, também apareceram o novo SUV Macan e o híbrido 918 Spyder.
O 918 Spyder já tem três unidades vendidas no Brasil. O esportivo híbrido é equipado com motor V8 4.6, que trabalha em conjunto a outros dois propulsores elétricos (um na dianteira e um na traseira). Ao todo, são 887 cv de potência, que permitem ir de 0-100 km/h em 2,6 segundos ou acelerar de 0-200 km/h em baixos 7,3 segundos. A velocidade máxima é de 345 km/h. O modelo utiliza rodas de aro 20 com pneus de medidas 265/35 na dianteira e de aro 21 com pneus 325/35. Só com a energia das baterias de íon de lítio, o Porsche 918 Spyder atinge 150 km/h e ainda oferece um alcance de 16 a 31 quilômetros, dependendo da situação e da maneira de dirigir do motorista. Segundo o fabricante, a autonomia é superior a 30 km/l. A transmissão é de dupla embreagem PDK com sete marchas e os freios usam discos de carbono-cerâmica. Quem preferir, pode ainda optar pelo pacote Weissach, que reduz em 41 quilos o peso do 918 Spyder.