Poucas novidades

Se o único critério para um produto se tornar um sucesso fosse sua qualidade, o Polo teria resultados melhores no mercado nacional. No entanto, nosso consumidor busca também um bom preço, e, nesse quesito, o Polo, sedã e hatch, peca. Apesar de ser um carro bom, seu preço básico, na casa dos R$ 50 mil, fica muito próximo das versões de entrada de alguns sedãs médios que, apesar de não tão equipados, oferecem mais potência e espaço. E, mesmo em seu segmento, o Polo Sedan não se sai bem. Fica atrás de City, 207 Passion, e até do novato J3 Turin.

Agora, com a chegada dessa nova linha 2012, a Volks poderia mudar essa história. Em vez de seguir os europeus, lançando uma nova geracão do carro, a marca decidiu, no Brasil, manter a mesma base e mecânica, com alteracões visuais tímidas. Poderia, assim, baixar seu preço, já que há tempos não houve investimento pesado no modelo, mas não o fez – talvez porque o Voyage fique posicionado logo abaixo dele, impondo uma barreira para seu preço mínimo.

Não mudar o carro é continuar a apostar em suas boas características: câmbio com engates curtos e precisos, suspensões eficientes e confortáveis, bom acabamento, dirigibilidade agradável e uma posição de dirigir bastante satisfatória. Os motores também permanecem os mesmos, o EA 111 de 1,6 litro e 104 cv ou o 2.0 com 120 cv. Ambos são oferecidos tanto na versão hatch como na sedã. Apesar de não terem um projeto moderno, foram retrabalhados diversas vezes e têm como principal atrativo o bom torque em baixas rotacões. Além disso, o pacote de equipamentos é bom. Em todas as configurações, ele vem com airbags, ABS e sensores de estacionamento. Já ar-condicionado, direção hidráulica e destravamento interno do porta malas só não são de série na versão Bluemotion.

A versão avaliada, Comfortline, vem com trio elétrico, ar-condicionado digital, destravamento do porta-malas a distância. As mudanças no interior, como no exterior, são bem tímidas

As novidades sutis no design o deixaram alinhado com os demais modelos da marca. Na dianteira, agora ele conta com faróis com máscara negra, para-choque totalmente liso e nova grade com acabamento em preto brilhante (compare com o modelo antigo na página ao lado). Na traseira, o sedã passa a contar com refletores no para-choques, e as novas rodas de liga leve das fotos são exclusivas. A marca também fez uma mudança nas versões do hatch: a configuração GT foi substituída pela 2.0 Sportline, enquanto a 1.6 E-flex deixou de ser vendida – o sistema de partida a frio dele agora equipa a versão 1.6 Bluemotion. O novo preço do Polo Sedan básico é de R$ 47.700 e, do avaliado, de R$ 53.920. Ou seja, o problema do sedãzinho é o mesmo de sempre: o preço.

VW Polo Sedan Comfortline

MOTOR quatro cilindros em linha, 1,6 litro, 8V, aspirado TRANSMISSÃO manual, cinco marchas, tração dianteira DIMENSÕES comp.: 4,19 m – larg.: 1,65 m – alt.: 1,49 m ENTRE-EIXOS 2,465 m PORTA-MALAS 432 litros PNEUS 195/55 R15 PESO 1.148 kg

• GASOLINA POTÊNCIA 101 cv a 5.250 rpm TORQUE 15,4 kgfm a 2.500 rpm VELOCIDADE MÁXIMA 184 km/h 0 – 100 km/h 11,6 segundos CONSUMO cidade: 11,7 km/l – estrada: 17,2 km/l CONSUMO REAL cidade: 9 km/l – estrada: 12,2 km/l • ETANOL POTÊNCIA 104 cv a 5.250 rpm TORQUE 15,6 kgfm a 2.500 rpm VELOCIDADE MÁXIMA 186 km/h 0 – 100 km/h 11,3 segundos CONSUMO cidade: 7,8 km/l – estrada: 11,4 km/l CONSUMO REAL cidade: 6 km/l – estrada: 8,2 km/l