Primeiras impressões: Chevrolet Camaro 2019 quer voltar ao topo

Esportivo chega em fevereiro com visual renovado e novos equipamentos para voltar a ser um dos líderes do segmento

15481
Chevrolet Camaro Cupê 2019 (Divulgação)

O Chevrolet Camaro é um fenômeno. Filmes e canções sertanejas fizeram do carrão da marca americana um dos esportivos mais famosos do País. Um carro reconhecido e admirado até por quem não liga tanto para automóveis. Mas o sucesso de público já não se revertia em vendas para o Camaro e o carro, que já foi líder dentre os esportivos, é atualmente apenas o 7º colocado no ranking, bem atrás do líder e arquirrival Ford Mustang. Com o Camaro 2019, que ainda não têm preços definidos mas que chega por aqui em fevereiro, a Chevrolet quer voltar ao topo.

A fórmula para isso são novidades para agradar mais quem está dentro do carro do que quem está do lado de fora. Reestilizado, o Camaro 2019 segue com a oferta das carrocerias cupê e conversível e ganhou um tapa com novas lanternas, para-choques, grade frontal, capô e faróis de LED. Manteve as mesmas linhas gerais (que já agradavam bastante), porém com toques que deixaram o Chevrolet com um visual mais ousado (e mais polêmico).

No interior, as novidades são o novo sistema multimídia MyLink de terceira geração, oferecido pela primeira vez no Brasil e que traz uma nova tela com melhor resolução, sistema melhorado de reconhecimento de voz e que permite também comandar o ar-condicionado, e as novas combinações de cores para a iluminação da cabine. Mas a lista de mudanças não para por aí: a Chevrolet investiu em eletrônica com a adoção do controle de largada (que permite arrancadas mais eficientes), um sistema que permite fazer “borrachão” e um retrovisor interno que pode se transformar em tela para uma câmera traseira.

Se nos Estados Unidos o Camaro tem motores com menos cilindros e até um turbo de quatro cilindros, aqui no Brasil ele segue fiel à tradicional escola americana de esportivos e ainda traz como única opção o enorme motor 6.2 V8 de 461 cv, que permite ao Chevrolet acelerar de 0-100 km/h em 4,2 segundos e atingir os 290 km/h de velocidade máxima (limitada eletronicamente). E agora essa usina de força trabalha combinada a um novo câmbio automático de dez marchas (duas a mais do que no “antigo”), mudança que segundo a montadora americana teve como objetivo aumentar a suavidade nas trocas e permitir que o motor trabalhe sempre na faixa de giros ideal.

A Chevrolet reservou o autódromo da Fazenda Capuava, em Indaiatuba (SP), para o nosso primeiro contato com o Camaro 2019. Embora a pista travada não permitisse desenvolver altas velocidades, era o suficiente para demonstrar o poder do esportivo. O motor V8 tem torque de sobra e empolga com o ronco alto que só um “veoitão” possibilita. Já as arrancadas são vigorosas e o câmbio de dez marchas faz trocas rápidas e com precisão. Só se percebem as mudanças ao olhar no painel. Já a combinação de direção direta e suspensão bem acertada garantem o equilíbrio em curvas e uma dose de diversão com muita segurança.


FICHA TÉCNICA

Chevrolet Camaro Cupê

Preço básico: R$ 315.000*
Carro avaliado: R$ 315.000*
Motor: 8 cilindros em V 6.2, 16V, injeção direta, sistema de desligamento automático de cilindros
Cilindrada: 6162 cm3
Combustível: gasolina
Potência: 461 cv a 6.000 rpm
Torque: 62,9 kgfm a 4.400 rpm
Câmbio: automático sequencial, dez marchas
Tração: traseira
Direção: elétrica
Suspensões: McPherson (d) multilink (t)
Freios: discos ventilados (d/t)
Dimensões: 4,784 m (c), 1,894 m (l), 1,340 m (a)
Entre-eixos: 2,812 m
Pneus: 245/40 R20 (d) e 275/35 R20 (t)
Porta-malas: 208 litros
Tanque: 72 litros
Peso: 1.709 kg
0-100 km/h: 4s2
Velocidade máxima: 290 km/h
Consumo nota: não divulgado
Consumo cidade: não divulgado
Consumo estrada: não divulgado
Nota do Inmetro: não divulgado
Emissão de CO2: não divulgado
Classificação na categoria: não divulgado
*estimado