Produção de motos registra alta de 37%; veja os modelos favoritos

Somente em março deste ano foram fabricadas 136.350 motocicletas, alta de 27,4% em relação a fevereiro

0
4
Foto: Arquivo/Agência Brasil

A produção de motocicletas no Polo Industrial de Manaus totalizou 327.139 unidades no primeiro trimestre, um crescimento de 37,8% na comparação com os três primeiros meses de 2021 (237.401 mil motocicletas).

O levantamento foi divulgado pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).


Somente em março deste ano foram fabricadas 136.350 motocicletas, alta de 27,4% em relação a fevereiro (107.046 unidades) e de 8,4% na comparação com o mesmo mês de 2021 (125.756 unidades).

Segundo o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, a demanda por motocicletas permanece aquecida e a Abraciclo mantém a perspectiva de fabricar 1.290.000 motocicletas em 2022, volume que representa aumento de 7,9% na comparação com o ano passado (1.195.149 unidades).

+ Yamaha Crosser ABS 2023 chega com novo visual; confira
+ Nova Harley-Davidson Nightster recebe motor de 975 cc; assista
+ Voltz exibe nova fábrica de motocicletas elétricas em Manaus; assista
+ Venda de motocicletas cresce 76% no país; veja as mais vendidas
+ Veja quais são as motocicletas de luxo mais buscadas e vendidas online
+ Honda X-ADV 2022: nova scooter chega mais potente e com novo visual
+ Motos mais roubadas em SP durante 2022; confira a lista

 Vendas

Os emplacamentos de motocicletas no primeiro trimestre somaram 274.673 unidades, o que corresponde a uma alta de 33,7% na comparação com o mesmo período do ano passado (205.444 motocicletas).

No terceiro mês do ano, foram licenciadas 110.040 motocicletas, volume 46,8% maior que o registrado em fevereiro (74.972 unidades) e 76,7% superior ao mesmo mês de 2021 (62.262 motocicletas).

Em números absolutos, a categoria mais emplacada em março foi a Street, com 55.270 unidades e 50,2% do total de emplacamentos. Na sequência, ficaram a Trail (19.241 motocicletas e 17,5% dos licenciamentos), a Motoneta (16.706 unidades e 15,2%) e a Scooter (11.631 motocicletas e 10,6%).

Veja abaixo o ranking mensal de emplacamentos atualizado por categoria:

EMPLACAMENTOS DE MOTOCICLETAS
  MARÇO 2021 FEVEREIRO 2022 MARÇO 2022    
CATEGORIA A PARTICIPAÇÃO B PARTICIPAÇÃO C PARTICIPAÇÃO C/A C/B
Street 29.504 47,4% 35.939 47,9% 55.270 50,2% 87,3% 53,8%
Trail 12.275 19,7% 14.264 19,0% 19.241 17,5% 56,7% 34,9%
Motoneta 7.948 12,8% 10.038 13,4% 16.706 15,2% 110,2% 66,4%
Scooter 7.246 11,6% 9.241 12,3% 11.631 10,6% 60,5% 25,9%
Naked 2.192 3,5% 1.704 2,3% 1.863 1,7% -15,0% 9,3%
Bigtrail 1.248 2,0% 1.400 1,9% 1.961 1,8% 57,1% 40,1%
Ciclomotor 1.020 1,6% 1.414 1,9% 1.997 1,8% 95,8% 41,2%
Sport 493 0,8% 434 0,6% 549 0,5% 11,4% 26,5%
Custom 249 0,4% 458 0,6% 728 0,7% 192,4% 59,0%
Touring 6 0,0% 1 0,0% 3 0,0% -50,0% 200,0%
Triciclo 81 0,1% 79 0,1% 91 0,1% 12,3% 15,2%
TOTAL 62.262 74.972 110.040 76,7% 46,8%

Segundo levantamento da Abraciclo, as motocicletas de baixa cilindrada (até 160 cilindradas) responderam por 82,5% dos licenciamentos em março, com 90.765 unidades.

Os modelos de 161 a 449 cilindradas tiveram 15.877 unidades emplacadas, o que representa 14,4% dos negócios. As motocicletas acima de 450 cilindradas totalizaram 3.398 licenciamentos, o que representa 3,1% do mercado.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Yamaha Crosser ABS 2023 chega com novo visual; confira
+ Motorista PCD já pode solicitar isenção do IPVA SP 2022; veja como
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Lewis Hamilton no Brasil? Descubra o que o piloto veio fazer por aqui
+ Lev lança bike elétrica em parceria com Baer-Mate; conheça
+ Sem Parar lança pagamento de pedágio via bluetooth do celular
+ Motos mais roubadas em SP durante 2022; confira a lista
+ Rodízio de veículos em SP está suspenso nesta sexta-feira (15)
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Big Brother do trânsito: multas por videomonitoramento já estão valendo
+ Fiat promete facilitar aquisição de 0km com nova opção de financiamento