Pura diversão


Você não precisa gostar de carros para achar que o Range Rover Evoque Coupé é um parque de diversões sobre rodas. Ele tem absolutamente tudo o que um ser humano precisa, deseja ou sonha em um automóvel. A começar pela proposta mista de esportivo e SUV que, por mais que pareça estranha em princípio, nesse caso, funciona muitíssmo bem. Enquanto a versão básica do modelo Evoque com quatro portas custa R$ 164 mil, esta das fotos – com carroceria cupê, na versão Dynamic com o Tech Pack – sai por R$ 236.900. A mecânica é exatamente a mesma: motor quatro cilindros turbo de 240 cv e transmissão automática de seis velocidades. Mas, aqui, você leva duas portas a menos e muitos equipamentos a mais. Vale a diferença? Cada centavo. A rigor, você até poderia abrir mão do kit tecnológico e comprar este carro por R$ 187.900, mas, depois de experimentá-lo na configuração completa, se puder, vai pagar por ele.

Land Rover Range Rover Evoque Coupé Tech Pack

MOTOR quatro cilindros em linha, 2,0 litros, 16V, turbo, injeção direta TRANSMISSÃO automática sequencial, seis marchas, tração integral DIMENSÕES comp.: 4,35 m – larg.: 1,96 m – alt.: 1,61 m ENTRE-EIXOS 2,660 m PORTA-MALAS 420 litros PNEUS 245/45 R20 PESO 1.640 kg (básico) • GASOLINA POTÊNCIA240 cv a 5.500 rpm TORQUE 34,7 kgfm a 1.750 rpm VELOCIDADE MÁXIMA 217 km/h 0 – 100 km/h 7,6 segundos CONSUMO cidade: 9,3 km/l – estrada: 15,1 km/l CONSUMO REAL cidade: 7,2 km/l – estrada: 10,7 km/l

As linhas mais agressivas do coupé prejudicam um pouco a visibilidade

Acomodar as bagagens é fácil. Nem é preciso encostar a mão na tampa do porta-malas, que pode ser aberto e fechado apenas apertando-se um botão. Se viajar com mais de um acompanhante, os passageiros traseiros vão sofrer um pouco para alcançar seus assentos. Mas, depois de acomodados, terão espaço suficiente para o ombro (se forem só dois), as pernas e a cabeça. Os bancos esportivos, no estilo concha, parecem desconfortáveis, mas abraçam o corpo, oferecem os apoios necessários e são macios. As regulagens, obviamente, são todas elétricas. O entretenimento a bordo também é completo. Você pode começar escolhendo a luz ambiente. São várias cores disponíveis. Na tela de LCD, você visualiza o GPS, as informações do som de 825 watts, o DVD ou a tevê digital. E pode ser mais de uma coisa ao mesmo tempo: o sistema Dual View permite que, na mesma tela, o motorista veja informações de bordo, enquanto o passageiro assiste a um filme, por exemplo. É a “cereja do bolo”.

Dada a partida, por botão, a alavanca de câmbio – ou melhor, um botão giratório – surge no console. Apesar de belíssimo, às vezes o seletor trava e precisa de alguns segundos para aceitar novas ordens. Nada que incomode. Pise no acelerador, e o freio de estacionamento é solto automaticamente. Hora da diversão! Se o trajeto for curto, você vai desfrutar do excelente torque de 35 kgfm a 1.750 rpm. Aliado ao câmbio de seis marchas e à direção direta, de peso correto, o motor 2.0 garante suavidade e agilidade dignas de um compacto. Se a viagem for mais longa, opte pelo acerto dinâmico e divirta-se. Apesar de alto, o carro parece rodar em trilhos, graças ao centro de gravidade rebaixado e à tração integral. A suspensão magnética – que usa partículas imantadas para deixar o fluido do amortecedor mais ou menos espesso – trabalha com eficiência e silêncio e os pneus baixos e largos colam o carro no asfalto. Aqui, vale a pena optar pelas trocas de câmbio manuais, já que o câmbio parece demorar mais que o desejado para fazer as passagens mais esportivas.

O Terrain Response, se for fazer trilhas, cuida do trabalho sujo. Basta selecionar o piso em que irá trafegar e o sistema ajusta todo o carro. Mas, acredite, a seleção padrão é suficiente para quase todos os terrenos. O conforto fica um pouco de lado, é verdade, mas ele parece um alpinista fincando seus cravos na terra e vencendo a lama, rumo ao topo. Se realmente se empolgar na aventura, ligue as câmeras 360 graus: elas mostram todos os ângulos do carro e podem livrá-lo de arranhar a carroceria. Há imagem até das rodas – para que você veja bem onde está metendo suas rodas de 20 polegadas – e do reboque.

E então? Você está disposto a abrir mão dos bancos especiais, dos amortecedores magnéticos, das rodas aro 20, da tela Dual View, da tevê digital, das câmeras 360 graus e dos 800 watts do som? Se a resposta for positiva, tudo bem. Dispense o Tech Pack e seja feliz com seu Evoque Coupé de R$ 188 mil. Já será um excelente negócio!

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaContato