Q5 Requintado e sem exageros

Audi Q5 2.0 TFSI R$ 217.705 PREÇO FIPE / MOTOR SHOW

Quando comparado ao exagerado Q7, o Q5 mostra um equilíbrio bem interessante. Suas dimensões externas mais contidas e sua aparência mais “atarracada” o deixam com mais jeitão de perua, mas sem perder a agressividade e o jeito desengonçado bastante característico dos SUVs.

As grandes rodas de 18 polegadas e o generoso vão livre do solo contribuem para o bom comportamento fora-de-estrada. Já suas linhas de crossover são indiscutíveis, e sua performance mostrouse mais do que suficiente para um veículo desse porte e preço.

Avaliamos a versão equipada com motor 2.0 de injeção direta que, graças à adoção do comando de válvulas variável, ganhou 14 cv com relação à versão utilizada pelo A3, que dispõe de 200 cv. Mas é no torque máximo que esse motor mostra toda a sua raça: 35,7 kgfm de força máxima, das 1.500 rpm às 4.200 rpm.

Na prática, sempre que o motorista pisar fundo no acelerador ele terá disponível toda a força do motor. Vale destacar que este resultado de força é mais positivo que o da versão V6 – que mostra um desempenho só levemente superior ao do 2.0.

Na estrada, viajando com o carrão, há respeito por parte dos outros motoristas: a agressividade de sua frente faz com que todos dêem passagem sem hesitar. O Q5, mesmo carregado, consegue manter boas médias horárias, enfrentando os longos aclives sem perder velocidade.

O câmbio automatizado de sete marchas e dupla embreagem é tão bom (rápido e suave) que faz pensar que se trata de um verdadeiro automático. Certamente um dos destaques mecânicos desse Q5. Utilizando a plataforma do A4, com suspensão independente nas quatro rodas, o Q5 herdou também do sedã a ótima tração integral: mesmo em situações difíceis de aderência, há um equilíbrio maior no comportamento quando todas as rodas tracionam.

O Audi Drive Select pode ser colocado como um dos opcionais mais interessantes: por meio desse comando no console, o motorista escolhe se quer priorizar a performance ou o conforto e a economia. Um carro agradável de dirigir, bonito e atraente, confortável para a família, com performance suficiente e tecnologicamente evoluído são características positivas que cabem na descrição do Q5. Um carro para fazer sonhar…

CONTRA PONTO

Entre outros refinamentos, o Audi Q5 tem lanternas traseiras com LEDs. O design lembra o do irmão maior Q7, mas a plataforma é a do sedã A4

Adoro a dirigibilidade do Audi A4 e essa boa sensação se repete no Q5. Ao volante dá até para esquecer que você está em um sport utility de tão firme e equilibrado que é o carro.

Particularmente acho as medidas do Q7 (e de todos os seus gigantescos concorrentes) para lá de exageradas e, pessoalmente, não consigo ver muita lógica em comprar um carro de cinco metros para rodar em cidades como São Paulo.

Nisso, o Q5 é mais racional. Talvez por essa razão ele me agrade mais. Experimentei a mesma sensação com o Tiguan, de porte semelhante. O conforto a bordo é outro destaque desse carro. Comandos, assentos, posição de dirigir, tudo supera as expectativas. Por fim, o design é um dos grandes aliados do SUV da Audi. A frente imponente realmente impõe respeito no trânsito, assim como as lanternas com LEDs. Quem chega no Q5 à noite e vê suas luzes, dificilmente tem coragem de pedir passagem.

Ana Flávia Furlan | Chefe de Reportagem

 

Veja também

+ Fiat faz desconto em toda a linha; preço do Toro cai R$ 32 mil
+ Acesso de fúria de macaco deixa um homem morto e 250 pessoas feridas na Índia
+ Risco de casos graves de Covid é 45% maior em pessoas com sangue do tipo A, segundo pesquisadores europeus,
+ Aprenda a fazer o brigadeiro de paçoca de Ana Maria Braga


COMPARTILHAR
Notícia anteriorDualogic
Próxima notíciaUm concept hi-tech, verde e nervoso