Reforço na seleção coreana

Três marcas muito conhecidas dos brasileiros vão aparecer bastante durante a Copa do Mundo (13/6 a 13/7): Hyundai, Kia e Volkswagen. As duas primeiras são patrocinadoras oficiais do Mundial da Fifa. E a última apoia a Seleção Brasileira. Somente a Hyundai e a Volkswagen, entretanto, lançaram edições especiais de seus modelos ligadas ao maior evento do futebol – são seis versões dos carros coreanos (HB20 e HB20S) e nove dos alemães (Gol, Voyage e Fox). Avaliamos durante uma semana a versão topo de linha da Hyundai nessa edição Copa do Mundo Fifa, o HB20S 1.6 automático. O carro vem equipado com o motor 4 cilindros 1.6 flex de 122/128 cv e 16,0/16,5 kgfm. Portanto, nenhuma surpresa no desempenho, pois esse carro já é bastante conhecido. O motor é suficiente para boas arrancadas na cidade, mas grita um pouco quando é exigido para fazer ultrapassagens na estrada. O câmbio tem apenas quatro velocidades, mas trabalha sem dar trancos – algo que já não acontece no Volkswagen Voyage Seleção 1.6 I-Motion, seu adversário direto nesse jogo.

A grande novidade do HB20S Copa, podemos chamar assim, é o sistema BlueMediaTV, que inclui tevê digital, posicionado no centro do painel. É um acessório interessante (embora pouco amigável) para quem estiver num lugar ermo, por exemplo, e quiser ver os gols de sua seleção preferida. Só para registro, o Brasil está no Grupo A (com Camarões, Croácia, e México) e a Coreia do Sul está no Grupo H (com Argélia, Bélgica e Rússia). Os demais equipamentos que vêm no HB20S 1.6 Copa são: grade preta, rodas de 15 polegadas diamantadas e bancos de couro com logotipo da Copa do Mundo no centro do encosto traseiro. Além, é claro, de toda a lista do HB20S Premium 1.6 AT. Por fora, dois ícones da Copa 2014 estão a xados nas laterais dianteiras do carro. Todos esses equipamentos custariam R$ 6.000, mas a Hyundai deu um desconto de R$ 2.130 – mesmo assim, essa versão sai por polpudos R$ 53.110. O VW Voyage Seleção 1.6 I-Motion parte de R$ 44.450. A diferença entre eles é de R$ 8.660.

Por enquanto, além dessa série especial, que custa R$ 46.945 (versão básica), enquanto o Voyage Seleção 1.0 sai por R$ 36.940, a Hyundai criou uma garantia de seis anos, que entrará em vigor se o Brasil for campeão mundial pela sexta vez. Infelizmente, não conseguimos reunir os dois carros para um comparativo, mas você pode comparar as diferenças no quadro à esquerda. Mais do que um embate entre dois modelos nacionais, é também um tira-teima entre a tecnologia coreana e a tecnologia alemã. Quem ganha esse jogo?

COMPARTILHAR
Notícia anteriorAlfa 4C já no Brasil
Próxima notíciaUP na prova dos três