Registro de veículo: saiba como fazer de forma online

Somente de janeiro a novembro deste ano, foram 688.613 novos registros concluídos de forma online

0
9
Foto: Reprodução/Detran-SP

Desde maio de 2020, mais de 1,1 milhão de proprietários de veículos no Estado de São Paulo já realizaram o serviço de registro de forma online.

Somente de janeiro a novembro deste ano, foram 688.613 novos registros concluídos, segundo dados divulgados pelo Detran-SP.


+ Calendário para renovação da CNH: Detran-SP divulga datas; veja
+ IPVA 2022 de São Paulo tem desconto triplicado; veja a tabela
+ Licenciamento: dezembro é o mês de placas terminadas em 0

Veja abaixo o passo a passo de como fazer o registro pelo portal do Detran-SP:

-O primeiro passo para a realização do serviço é acessar o portal do Detran-SP, neste link.

-Em seguida, clique em veículos e em Registro de Veículos 0 KM. É importante que o motorista tenha em mãos documentos como RG ou CNH (original e cópia), Comprovante de Residência, Número do chassi do veículo, Nota fiscal do fabricante e Nota fiscal da revendedora.

-Com toda a documentação em mãos é a hora de pagar a taxa de primeiro registro. O pagamento é realizado por meio do CPF/CNPJ do proprietário nos bancos conveniados pelo Detran-SP (Santander, Bradesco, Banco do Brasil, Safra, Itaú, Caixa Econômica Federal ou nas Lotéricas).

-Clicando em faça pelo portal e com o número do chassi e CPF/CNPJ, o proprietário deve digitalizar corretamente toda a documentação necessária, com todos os campos legíveis, sem redimensionamento ou alteração das características dos documentos digitalizados.  .

-Após o envio dos documentos solicitados, o cidadão pode acompanhar o andamento do processo de registro do veículo, consultando o serviço online “Acompanhamento de serviços de veículos”.

-Depois de analisada a documentação, em até três dias será gerada a guia com o valor do IPVA para download e pagamento.

-Após pagar o IPVA e enviar o comprovante de pagamento, em até três dias, será confirmado o registro do veículo e disponibilizado o código de segurança do CRLV-e para impressão do Licenciamento pelo portal de serviços da Senatran (e) ou download no aplicativo “Carteira Digital de Trânsito – CDT”. O cidadão poderá salvar o documento no próprio celular ou imprimir em papel sulfite comum (A4-branca).

-É importante lembrar que, para concluir o registro do veículo, o proprietário continua com a obrigação de apresentar a documentação completa em uma unidade de atendimento do Detran-SP ou do Poupatempo. As cópias das notas fiscais (do fabricante e de revenda) e o decalque do chassi original ficarão retidos.

Emplacamento

Com o CRLV-e em mãos, o cidadão realiza o emplacamento do veículo em uma empresa credenciada pelo Detran-SP. O proprietário escolhe o local que deseja pelo próprio portal do Detran-SP (clique aqui). O pagamento é feito na própria empresa escolhida.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Ram lança linha 2022 das picapes 2500 e 1500; veja os preços
+ Avaliação: Chevrolet Spin é opção “barata” de sete lugares; vale a pena?
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Avaliação: como anda a nova Fiat Strada com câmbio CVT
+ Quem está isento de pagar o IPVA 2022 em SP? Veja a lista
+ IPVA 2022 de São Paulo tem desconto triplicado; veja a tabela
+ Avaliação: Jeep Renegade Moab é diesel com preço de flex. Vale a pena?
+ IPVA 2022 mais caro em SP é de Porsche 918 Spyder (2015); veja o valor
+ Rodízio de SP está suspenso desde segunda (20); veja quando volta
+ Calculadora gratuita de IPVA: saiba quanto vai custar o seu imposto
+ IPVA 2022: saiba como parcelar o imposto em até 12 vezes