Renault admite problema em motores e anuncia recall de 15.800 carros

Divulgação

Após ser alvo de um investigação do governo francês, a Renault confirmou nesta terça-feira (19) que vai realizar um recall de 15.800 unidades do crossover Captur equipadas com o motor a diesel 1.5 de 110 cv, que não atende as normas de emissões de poluentes da Europa.

Para evitar futuros problemas, a montadora francesa anunciou ainda que vai oferecer uma melhoria gratuita no software de controle de poluentes de outros 700 mil veículos com motores diesel Euro 6.

O problema está no sistema de filtragem dos gases do escape, que é programado para funcionar em temperaturas ambiente entre 17°C e 35°C. Embora suficiente para atender aos testes de emissões (realizados entre 20° C e 30° C), os filtros não funcionam em condições de uso real, já que durante o inverno a média de temperatura na França fica abaixo dessa marca.

Outras marcas

Além dos motores da Renault, propulsores produzidos pela Ford e Mercedes-Benz também são alvo do governo francês por emitirem mais poluentes que o determinado pelas normas de emissões. O problema foi identificado nos motores Euro 6 do Mercedes-Benz S 350 e do Ford C-Max.

Após a divulgação do escândalo envolvendo os motores diesel da Volkswagen, no ano passado, a França anunciou que iria reavaliar os resultados de emissões de 100 modelos, dos quais 22 já foram testados novamente. As duas marcas já foram convocadas a prestar esclarecimentos sobre as falhas.