Renault Captur, em versão russa, ganha motor 1.3 turbo

O Renault Captur 2021 debutou atualizações de meio cilo de vida no mercado russo e o ponto alto está no motor 1.3 turbinado


O Renault Captur à venda no mercado russo (chamado de Kaptur, por lá) debutou atualizações visuais/mecânicas de meio ciclo de vida, que podem estar no SUV brasileiro a partir do final de 2021.

Construído sobre uma versão atualizada da base B0 (a mesma do antigo Duster), o Captur 2021 debutou as mudanças realizadas recentemente no “irmão” Duster, incluindo a nova arquitetura eletrônica, a direção assistida eletricamente junto da coluna ajustável em altra/profundidade.

O visual mudou minimamente, mas o aproximou do utilitário esportivo Arkana. Os destaques aparecem na grade do radiador exibindo elementos cromados, os faróis Full-Led com novo arranjo interno e as rodas de 17″ em duas tonalidades.

Por dentro, a cabine trouxe um novo volante e a central multimídia de 8″ compatível com os sistemas Android Auto/Apple CarPlay. Ao todo, estão disponíveis quatro airbags ao invés de seis, como no Duster e no Arkana vendidos na Europa.

Sob o capô, o Kaptur 2021 adotou o novo motor 1.3 turbinado (TCe 150), desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz, com 150 cv e 25,5 kgfm. A transmissão é continuamente variável (CVT X-Tronic). Na Rússia, existe a opção da unidade 1.6 de 114 cv e tração 4WD. Esperamos que nosso Renault Captur também o recebe até o fim do ano que vem.

As vendas do Kaptur 2021 na Rússia iniciam em junho, com preço de 1.020.000 rublos (motor 1.6 com câmbio manual e tração dianteira). A configuração especial Limited Edition One sai por 1.440.000 na 4×2 e 1.515.000 na 4×4 (R$ 112.279 e R$ 118.127, respectivamente, em conversão direta).