Renault deixará de montar 500 mil carros por crise de chips

0
2
Foto: Reprodução/Site Renault

O Grupo Renault, em nota divulgada para acionistas, reportou que deixará de montar 500 mil veículos em 2021 devido a crise de chips que ocorre na indústria.

Foi estimada uma perda de 170 mil unidades de produção no último trimestre.


+ Van a hidrogênio: protótipo Renault Master H2-Tech é revelado
+ Comparativo: Renault Captur 1.3 vs. Chevrolet Tracker 1.2

Vendas

O Grupo Renault vendeu 599.027 veículos no terceiro trimestre de 2021, um decréscimo de 22,3%. Somente a marca Renault comercializou 365.934 automóveis em todo o mundo – menos 24,4% em comparação com o terceiro trimestre de 2020.

O documento disse que as vendas globais caíram 22,3% no terceiro trimestre e a receita registrou queda de 13,4% no mesmo período. O faturamento chegou aos 8,98 bilhões de euros ante os 10,37 bilhões de 2021.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Crise dos chips: entenda por que faltam carros zero no mercado e os preços dos usados dispararam
+ Sprinter vira motorhome completo; conheça o modelo
+ Fiat Pulse tem 4 mil unidades reservadas em 2 dias; veja a avaliação
+ Avaliação: Fiat Pulse chega para ser um divisor de águas
+ Pirelli lança novos pneus e uma nova tecnologia; confira
+ Leilão da PRF tem 109 veículos conservados; lances começam em R$ 300
+ Jeep Compass: veja 5 curiosidades do SUV e qual é a melhor versão
+ Avaliação: Fiat Toro Ultra é Compass diesel em forma de picape com “porta-malas”; vale a pena?
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Novo Jeep Renegade deve ter base do Peugeot 208; “Baby Renegade” sobe no telhado
+ Kombi motorhome: conheça a empresa que customiza o modelo