Renault Fluence

0
856

O Renault Fluence tem um comportamento estranho. Por um lado, é o carro mais premiado da categoria; por outro, tem um desempenho razoável nas vendas. Para mudar essa situação, a Renault fez uma leve reestilização no Fluence 2015 e vai reforçar a comunicação no conforto a bordo. O Fluence ocupa a nona posição no ranking de sedãs médios, com 5.553 vendas numa categoria que já vendeu 167.298 carros. 

A dianteira do Fluence ganhou um desenho alinhado com a identidade visual da Renault. Junto com isso, o fabricante introduziu uma nova cor, preto ametista, que fica roxa quando bate a luz do sol. Segundo o designer da marca, essa é a cor da moda. Por fora, o carro ganhou novos para-choques, nova grade do radiador, luz diurna de LED junto aos faróis, lanternas traseiras
também com LED e rodas redesenhadas (aro 16 nas versões Dynamique e 17 na Privilége). O interior tem novo design, acabamento de couro e cromados “de verdade” onde antes havia plásticos pintados de prata. Seis airbags, sistema Iso x para cadeirinha de bebê, controle de estabilidade e controle de tração fazem parte do pacote de segurança.

O Fluence 2015 tem quatro versões, com os seguintes preços estimados: Dynamique manual (R$ 67.000), Dynamique CVT (R$ 73.000), Dynamique CVT Plus (R$ 77.000) e Privilége CVT (R$ 83.000). Todas são equipadas com motor ex 2.0 16V de 140/143 cv de potência e 19,3/20,3 kgfm de torque (gasolina/etanol). Um dos itens mais atraentes do Fluence 2015 é o sistema multimídia R-Link, que tem tela de 7” multitoque (permite ampliar, reduzir e mover as imagens), reconhecimento de voz e navegador por GPS integrado. Esse equipamento estará disponível já na versão Dynamique CVT Plus. Com a chegada da linha 2015, o Fluence GT, 2.0 turbo de 180 cv, deixa de ser vendido provisoriamente. 


 

SHARE
Artigo anteriorBMW i8
Próximo artigoMitsubishi Lancer