Renault mexe em Logan e Sandero para ganhar nota em crash test

Mesmo com airbags laterais, carros fabricados entre 24 de abril e 10 de dezembro foram mal avaliados em testes do Latin NCAP

Renault Sandero (Divulgação)

Uma má notícia para os recém-reestilizados Renault Logan, Sandero e Stepway. Na última bateria de testes de impacto realizados pelo Latin NCAP (leia mais aqui), cujos resultados foram divulgados nesta quarta-feira (11), os carros produzidos entre 24 de abril e 10 de dezembro receberam uma pontuação de apenas uma estrela na proteção de adultos e quatro na proteção do ocupante criança.

Segundo a entidade, os testes de impacto frontal revelaram uma estrutura instável, além de baixa proteção lateral para o peito dos ocupantes. Vale lembrar, que a linha 2020 dos modelos Sandero, Logan e Stepway foi recém-atualizada e recebeu importantes itens de segurança, como o airbag lateral (em todas as versões) e o controle eletrônico de estabilidade (ESC) nas configurações equipadas com o câmbio continuamente variável (CVT).

O Latin NCAP encontrou diferenças no desenho e no volume dos airbags laterais nas unidades produzidas na Colômbia e no Brasil. O primeiro, com 22 litros e maior proteção, enquanto o brasileiro com 18 litros e uma área de cobertura mais restrita.

A Renault correu atrás do prejuízo e aplicou melhorias. Entre elas, uma atualização do sistema de distribuição dos airbags e um dispositivo de absorção de energia para a pelve. Os testes foram repetidos e o trio Sandero, Logan e Stepway passou a ter três estrelas para a proteção de adultos e quatro para crianças – válido para os modelos fabricados a partir de 10 de dezembro deste ano.

Veja também

+ Fiat faz desconto em toda a linha; preço do Toro cai R$ 32 mil
+ Acesso de fúria de macaco deixa um homem morto e 250 pessoas feridas na Índia
+ Risco de casos graves de Covid é 45% maior em pessoas com sangue do tipo A, segundo pesquisadores europeus,
+ Aprenda a fazer o brigadeiro de paçoca de Ana Maria Braga