Rolls-Royce deseja quebrar recorde de velocidade com avião elétrico

Aeronave utiliza uma bateria de 6.000 células com capacidade para abastecer 250 casas

Rolls-Royce
Foto: Rolls-Royce

A Rolls-Royce apresentou o seu avião totalmente elétrico no Aeroporto de Gloucestershire, em Staverton, na Inglaterra. O ionBird é parte de uma iniciativa chamada ACCEL (Accelerating the Electrification of Flight ou Acelerando a Eletrificação de Vôo, em tradução livre).

Os três motores axiais acionam a hélice e são alimentados por uma bateria de 6.000 células, que oferece energia suficiente para abastecer 250 casas ou ir de Londres para Paris (aproximadamente 322 km), com apenas uma carga. Estão disponíveis mais de 500 cv de potência.

O objetivo é de alcançar 480 km/h de velocidade máxima e com emissão zero de poluentes. Caso consiga, o recorde será publicado no Guinness World Records. O registro atual pertence ao avião acrobático Extra 330LE da Siemens (337.50 km/h).

“Construir a aeronave totalmente elétrica mais rápida do mundo é nada menos que uma mudança revolucionária na aviação”, conta Rob Watson, diretor da Rolls-Royce Electrical.

O projeto ACCEL é uma das maneiras encontradas pela Rolls-Royce para diminuir a emissão de CO2. E já foi estabelecida uma parceria com a Airbus, no projeto E-Fan X, para a construção de aviões comerciais de corredor único (narrowbody) com propulsão elétrica híbrida.

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool
+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas
+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial
+ Os 20 carros 1.0 mais econômicos do mercado brasileiro
+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar