Saiba como identificar sinais de problemas nos freios

O pedal está pesado ou "longo" demais? Pois esses são alguns dos sinais de problemas no sistema de freios

0
356
Lunaz
Disco e pastilhas de freio

Não basta apenas andar rápido. É preciso também poder parar. E nada mais desagradável do que precisar dos freios do seu carro e eles não responderem ao seu comando. Pois saiba que esse sistema tão fundamental nos automóveis dá alguns sinais de que está com problemas antes de “abrir o bico”.

+ Confira 5 dicas para usar melhor o ar-condicionado
+ Dicas para usar melhor o câmbio automático do seu carro
+ Veja dicas para prologar a vida da bateria do carro elétrico
+ Cinco dicas para economizar combustível no seu carro


Esses sinais começam a aparecer bem antes dos freios falharem, dando tempo para que o motorista faça a manutenção. Vale destacar que é sempre melhor realizar a manutenção preventiva do que a corretiva, não esperando para que algo quebre antes de encostar o carro em um mecânico.

Isso ajuda, inclusive, a economizar algum dinheiro no reparo. Confira a seguir alguns sinais de problemas nos freios.

Trepidação ao frear

Pisou no pedal de freio e sentiu o seu pé vibrar? Pois isso é um sinal claro de problema com os freios. A vibração pode ser causada por problemas com discos e tambores, mas também quando o rolamento das rodas chega ao final da sua vida útil.

Além de afetar a capacidade de frenagem do veículo, a vibração excessiva pode acabar danificando também outros componentes do veículo. Contribuindo para deixar a conta do reparo ainda mais salgada.

Pedal pesado

Os veículos atuais contam com um sistema de freios servoassistido, que usa o vácuo do coletor de admissão para amplificar a força do pedal e deixá-lo mais leve.

Então, não é normal que o pedal esteja duro ao ser acionado. Isso pode ser uma indicação de problema no diafragma do servo-freio.

Pedal “longo”

Outro problema comum é a lentidão no funcionamento do freio. Isso pode ser causado por lonas do freio a tambor gastas ou desreguladas ou até pela presença de ar ou o um vazamento de fluído.

O problema pode ser causado também pelo fluído de freio fora da validade. Com o tempo, ele acumula água e perde as suas propriedades. O prazo de troca é a cada dois anos ou de acordo com a quilometragem indicada no manual.

Ruídos

Acionou os freios e ouviu um barulho de atrito de ferro com ferro ou um chiado bem estridente? Esse é um sinal típico de que as pastilhas de freio estão bem desgastadas. O desgaste varia de acordo com o perfil de uso do veículo. Em casos extremos, a base da pastilha começa a danificar o disco, exigindo a troca de um componente que inicialmente nem precisaria ser mexido.

Isso pode acontecer também com pastilhas de freio novas, mas produzidas com material de baixa qualidade. Neste caso, só a troca das pastilhas é capaz de resolver a barulheira.

Luzes no painel

As luzes de alerta no painel servem justamente para indicar problemas ou apontar algo que merece a atenção do condutor. A luz do freio de estacionamento, por exemplo, serve também para indicar o baixo nível do fluído de freio no sistema.

Alguns modelos mais sofisticados chegam a contar inclusive com uma luz indicadora para pastilhas de freio desgastadas. Para saber se é o seu caso, basta consultar o manual do veículo.

Mais na Motor Show

+ Volkswagen Tiguan Allspace ganha atualização visual e novos equipamentos
+ Jeep lidera mercado brasileiro de SUVs com participação de 22,8%
+ Confira os estados onde ainda vale a pena usar o etanol
+ Veja dicas para prologar a vida da bateria do carro elétrico
+ Peugeot 2008 Skywalker chega com preço de R$ 121.990 e Disney+ incluso
+ Harley-Davidson cria marca LiveWire para produzir motos elétricas urbanas