Salão elétrico


Mercedes BlueZero Concept

O conceito BlueZero apresentado pela Mercedes em Detroit é um veículo elétrico com três opções de baterias, cuja autonomia varia de 200 a 400 quilômetros, com uso apenas da energia elétrica, e até 600 quilômetros quando combinado com o uso da gasolina. Com apenas 4,22 metros de comprimento, é um carro compacto, elegante e funcional.

A cor de Detroit este ano é azul. E azul é o novo verde. A cor escolhida pela maioria das montadoras para representar os novos motores elétricos que equipam a maioria dos lançamentos deste ano em Detroit. O etanol, estrela de anos anteriores, desapareceu desta vez. Fica claro que o combustÌvel alternativo escolhido pela indústria – tanto a americana quanto a europeia e a asiática – para substituir os derivados de petróleo é a energia elétrica.

A exibição também foi dominada pelos carros pequenos e médios – os tradicionais SUVs podiam ser vistos nos estandes das grandes montadoras americanas, mas sem destaque, de maneira quase envergonhada. Uma passada pelo salão é suficiente para sentir a crise que já atingia a indústria há algum tempo e se agravou nos últimos meses, ameaçando a própria sobrevivência de algumas delas. O cenário é tão desolador que nos bastidores comenta-se que este pode ser o último salão no berço da indústria automobilística, sede da GM, da Ford e da Chrysler, e onde hoje se fabrica apenas uma pequena parte dos carros vendidos no mercado americano. Quem somente ouve os discursos dos presidentes das companhias pensa que a crise já acabou: mais um sinal de que ela é grave. Se eles nem sequer conseguem admitir que ela existe, quando vão de fato sair do salto alto e arregaçar as mangas para começar a resolvê-la?

Cadillac Converj Concept

A GM chama a estratégia da empresa de eletrificar os carros de “reinventar o automóvel” e lançou em Detroit o carro-conceito Cadillac Converj para mostrar que o novo motor elétrico que a empresa está desenvolvendo – o Voltec – pode ser utilizado até nos modelos mais luxuosos. A tecnologia permite andar até 63 km com a carga inicial da bateria, e com emissão zero de poluentes.

Mercedes SLR McLaren Stirling Moss

Batizado com o nome do piloto que conquistou o recorde da famosa MIlle Miglia nos anos 50, esta nova SLR é uma série limitada de 75 unidades. Sem teto nem parabrisas, ele vem com um V8 de 650 cavalos: acelera de zero a 100 km/h em menos de 3,5 segundos e atinge a máxima de 350 km/h.

Chrysler 200C EV Concept

Com painel elegante e futurista, o carro-conceito 200C EV mostrado pela Chrysler em Detroit é a última palavra em conectividade. O painel combina as funções tradicionais de um navegador com outras da internet, como Facebook e Twitter, permitindo a conexão e comunicação entre vários veículos. Híbrido, ele tem autonomia de64 quilômetros com a primeira carga e de até 644 quilômetros quando funciona no modo misto, consumindo também gasolina.

Volvo S60 Concept

O conceito Volvo S60 consegue ser futurista sem perder a elegância, com pintura cor de cobre e vidro panorâmico cobrindo o teto. As portas traseiras abrem para trás (a famosa porta “tipo suicida”), facilitando o acesso ao banco traseiro. Um sensor que detecta pedestres atravessando a rua é um passo adiante na já tradicional segurança da marca. Não deve demora para ser produzido em linha.

Volkswagen BlueSport Concept

Com o conceito BlueSport, a Volks promete um roadster compacto com velocidade máxima de 226 km/h e consumo médio de 17,8 km/l. O conversível acelera de 0 a 100 km/h em apenas 6,6 segundos e também entra na onda dos carros menos poluentes (que foram o destaque de Detroit neste ano) com o motor TDI Clean Diesel.

Honda Insight

A Honda realizou em Detroit o lançamento mundial do Insight híbrido modelo 2010, com um preço menor do que o do Civic. Ele estará disponível para venda nas lojas americanas já em abril. Pode operar somente com eletricidade, em velocidades médias e baixas, e passa automaticamente a usar gasolina em altas velocidades. Seu tanque de 40 litros é pequeno, mas garante autonomia de 640 quilômetros.

BMW Concept X6 ActiveHybrid

A BMW também entrou no mercado de veículos híbridos com o conceito X6 ActiveHybrid. Baseado em um motor a gasolina de oito cilindros, o carro tem dois motores elétricos interligados e consegue combinar a sensação de dirigir um carro esportivo com a redução de 20% no consumo de combustível (em relação aos beberrões motores tradicionais). A montadora alemã também mostrou um carro-conceito híbrido da série 7, com o uso da mesma tecnologia empregada neste SUV.

Toyota Prius

A Toyota lançou a terceira geração do Prius, o pioneiro dos carros elétricos, um híbrido que já vendeu mais de um milhão de unidades em 44 países. O novo modelo deve atingir uma média de consumo, usando eletricidade e gasolina, de 21 quilômetros por litro. Para garantir maior segurança, tem sete airbags. Será vendido nos EUA a partir de 2010.

Bentley Continental GTC Speed

O novo Bentley Continental GTC Speed tem motor de nada menos que 600 cavalos, 9% mais potente e com torque 15% maior do que o anterior. O conversível acelera de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos e atinge a máxima de 322 km/h com a capota fechada e 312 km/h com a capota aberta. A montadora britânica pretende produzir seus carros com motores flex.

Subaru Legacy Concept

Vinte anos depois do lançamento do Subaru Legacy, a montadora japonesa apresentou um carro-conceito com o mesmo nome. Com motor seis cilindros de 3,6 litros, o carro segue a tradição da marca de esportividade, estilo e segurança. O Legacy Concept é apresentado como um modelo global para atualização do sedã médio, com capacidade para levar quatro pessoas com conforto.

Ford Taurus 2010

O novo Taurus chega em 2010 com novo design, mais atlético e mais equipado. Ao contrário de outros carros da montadora, está disponível somente na versão gasolina, mas com motor 3,5 litros recalibrado para redução de emissões e ficou mais econômico do que a versão antiga. Um radar permite fixar a velocidade e mantê-la ajustada às condições de tráfego, para ficar a uma distância segura dos demais veículos.

Mini Cooper Conversível

Programado para entrar no mercado americano já nos próximos meses, o novo Mini Cooper conversível foi apresentado em Detroit aproveitando a nova tendência de carros mais compactos e econômicos. Disponível em duas versões: quatro cilindros 1.6 com potência máxima de 120 cv a 6.000 rpm, e turbocharger com injeção direta de gasolina e potência de 175 cv atingida nas 5.500 rpm.

Audi Sportback Concept

O carro de linhas retas usa a tecnologia do diesel limpo em um motor V6 TDI de três litros que praticamente elimina os resíduos de óxido de nitrogênio e atende às novas normas que entrarão em vigor nos EUA em 2014. Seu consumo médio, segundo a marca, é de 17 km/l. A altura é de apenas 1,40 metro e as linhas são projetadas para obter máxima eficiência aerodinâmica.

Chevrolet Equinox 2010

Com o exterior inspirado no sedã Malibu, o novo SUV Equinox já incorpora a preocupação das montadoras americanas em produzir carros mais econômicos. O novo motor de 2,4 litros com injeção direta de combustível consegue um consumo de 13 km/l na estrada, nada excepcional, mas 25% melhor que o modelo anterior. Chega às concessionárias americanas no ano que vem.

BYD E6

A montadora chinesa BYD também entrou na onda dos elétricos e trouxe para Detroit o E6, um elétrico puro que pode ser carregado em casa e tem um consumo de 18 kW a cada 100 km rodados. Pode ser carregado com 50% da capacidade em dez minutos e, totalmente carregado, tem autonomia de 400 quilômetros.

Lexus HS 250 h

O HS 250 h é o quarto híbrido da Lexus, e o mais eficiente da linha. Será também o primeiro híbrido de luxo, desenvolvido depois que pesquisas mostraram que 60% dos consumidores que compram carros de luxo considerariam levar um híbrido para casa. Com motor de 2,4 litros e 187 cv de potência, este novo Lexus prova que Detroit se rendeu de vez à eletricidade.