Santa abundância!

(Nota da Redação: Reportagem publicada originalmente na edição de fevereiro da Motor Show, antes do Salão de Genebra)

Supercarros autênticos, sedãs de altíssimo desempenho… a oferta de supercarros vai crescer, pois para esse setor nunca há crise. Eles vêm cada vez com mais sistemas de auxílio ao motorista, que aumentam o prazer ao volante e, principalmente, a segurança para quem não é piloto. Teremos evoluções de modelos conhecidos, como a Ferrari 488, e novas gerações, como no caso do Porsche 911 e do Aston Martin Vanquish

PORSCHE 911

(Ilustração: Marcelo Poblete e Radovan Varicak (Quattroruote))

Os protótipos circulam há tempos, e o lançamento deve ser após o Salão de Paris. O 911 da geração 992 promete inovações tecnológicas substanciais. A plataforma deve ser totalmente nova – e futuramente compartilhada pelos futuros Audi R8 e Lamborghini Aventador. Isso talvez resulte em um ligeiro alargamento das bitolas – e aumento das dimensões. Deve também estrear uma versão híbrida, embora não sejam poucos os problemas para acomodar baterias e conter o peso. O emblemático cupê terá sempre tração integral (talvez empreste a Quattro da Audi) e motor boxer 3.0 turbo 6 cilindros. A potência partirá de 400 cv, chegando a 600-650 cv nas versões 3.8 – Turbo e Turbo S. O eixo traseiro direcional será aprimorado e a transmissão manual de sete velocidades (isso mesmo!) sai de cena. A cabine será renovada: só o conta-giros central continua analógico; os demais instrumentos serão digitais, com uma grande tela integrada à tela maior do centro do painel.

MERCEDES-AMG GT4

(Ilustração: Marcelo Poblete e Radovan Varicak (Quattroruote))

O terceiro modelo desenvolvido “do zero” pela divisão AMG será um quatro portas: um sedã esportivo (ou “cupê de quatro portas”) com formas esbeltas e elevadíssimo desempenho. Antecipado pelo GT Concept do último Salão de Genebra, não deve ser confundido com o novo CLS. O inédito sedã-cupê de Affalterbach terá linhas muito mais agressivas, reproduzindo fielmente o protótipo. No lançamento terá o 4.0 V8 biturbo AMG, com cerca de 600 cv, e logo ganhará uma versão eletrificada. Além da nova carroceria, o GT4 deve estrear o powertrain híbrido “EQ Power+” que, no conceito, combinava o 8 cilindros a um motor elétrico, alcançando um total de 815 cv. Deve chegar ao Brasil no primeiro semestre de 2019. (Leia mais sobre o modelo aqui)

 

BMW Z4

(Ilustração: Marcelo Poblete e Radovan Varicak (Quattroruote))

A terceira geração do roadster alemão abandonará o teto rígido e adotará uma solução mais clássica e leve. O dois lugares retomará o estilo do conceito homônimo exibido em agosto passado no Concours d’Elegance de Pebble Beach (EUA). Unem os dois modelos o design dos faróis full-LED, a forma mais alargada do “duplo rim” e, provavelmente, também alguns outros detalhes da traseira e da cabine. Por outro lado, não terá a “corcunda” atrás das barras de rolagem, e sim um design mais convencional, embora ainda muito esportivo. Todos os motores serão sobrealimentados, em uma gama que começa no 2.0 TwinPower turbo 4 cilindros e termina no 6 cilindros 3.0, com o possível retorno de uma opção superior assinada pela M Power. Confirmada, como nas gerações anteriores, a tração traseira – combinada a transmissões manual de seis marchas ou automática de oito. A plataforma será compartilhada com a nova geração do Toyota Supra. No Brasil em 2019.

 

FERRARI 488 GTO

(Ilustração: Marcelo Poblete e Radovan Varicak (Quattroruote))

A sigla ao lado é para poucas Ferrari, e não está confirmada. De resto, a nova criatura de Maranello está ligada conceitualmente à antecessora 458 Speciale. A mais rápida 488 não deve ser eletrificada, mas representar o ápice da fórmula clássica, com um sofisticado motor 3.9 V8 biturbo e carroceria leve. Será extremamente reativa e terá uma calibração eletrônica única, além de uma aerodinâmica inovadora. Possíveis novidades são a direção elétrica e o eixo traseiro esterçante (para mais agilidade).

 

ASTON MARTIN VANQUISH

(Ilustração: Marcelo Poblete e Radovan Varicak (Quattroruote))

Andy Palmer, chefão da Aston Martin, confirmou que um novo Vanquish chega este ano – e que vai desafiar a Ferrari 812 Superfast! A afirmação faz imaginar uma personalidade muito mais agressiva que a do antecessor. Com base na plataforma do DB11, terá uma carroçaria mais musculosa. No capô, pelo menos inicialmente, está previsto apenas o V12 5.2 biturbo do DB11, mas retrabalhado para passar (e bem!) dos 600 cv do modelo atual). Pena a marca não ter mais importador oficial no Brasil.

 

NISSAN 400Z

(Ilustração: Marcelo Poblete e Radovan Varicak (Quattroruote))

O sucessor do 370Z pode ser uma das surpresas de fim de ano, talvez ainda na forma de carro-conceito. Em 2019, comemora-se meio século do Datsun 240Z, o progenitor da espécie – uma boa oportunidade para mostrar a nova geração em versão de produção. O esportivo pode ceder à eletrificação, alcançando níveis de desempenho (e preço) nunca antes vistos. A marca importou para o Brasil só o 350Z por alguns anos… Será que volta a trazer a linha para o Brasil? Duvidamos.

blog comments powered by Disqus