Seat Arona antecipa SUV VW T-Cross brasileiro

Crossover compacto da marca espanhola vai servir de base para o futuro crossover compacto que chega ao mercado em 2018

Uma das atrações da Seat no Salão de Frankfurt é o crossover compacto Arona. E apesar de a marca espanhola do Grupo Volkswagen estar fora do Brasil desde o início dos anos 2000, o brasileiro deve prestar atenção ao modelo, já que ele servirá de base para o futuro SUV nacional baseado no conceito VW T-Cross.


O Seat Arona é construído sobre a plataforma modular MQB A0 (mais detalhes aqui), a mesma empregada nos futuros Volkswagen Polo, Virtus e na versão de produção do T-Cross. Na linha Seat, o modelo fica posicionado abaixo do Ateca (o Volkswagen Tiguan da marca espanhola) e é oferecido com o motor 1.0 TSI (de 95 ou 115 cv), dotado de start-stop e que pode ser combinado ao câmbio manual de cinco ou seis marchas, ou o automatizado DSG de sete marchas e dupla embreagem.

Com 4,14 m de comprimento, 1,78 m de largura, 1,54 m de altura e entre-eixos de 2,57 m, o Arona tem dimensões mais compactas que as da média do segmento, o que se reflete no espaço interno e na capacidade de bagagem (o porta-malas comporta 400 litros). Na comparação com o Honda HR-V, por exemplo, o crossover da Seat tem 16 cm a menos no comprimento, tem 4 cm a menos na altura e 3 cm a menos no entre-eixos.

Já o acabamento interno, pelo menos na unidade exposta em Frankfurt (a esportivada FR), é dominado pelos plásticos duros. Mas há espaço para pequenas sofisticações, como um revestimento no painel que imita couro e o quadro de instrumentos digital.

A versão definitiva do VW T-Cross está prevista para chegar ao mercado no próximo ano.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel