SEDÃ PREMIUM: Mercedes-Benz Classe C

Versão quase híbrida e tecnologia de ponta

CONFIRA AQUI TODOS OS PREMIADOS NO COMPRA DO ANO 2019

O slogan “a marca que todo mundo confia” não é de hoje, mas, no caso do Classe C, a Mercedes-Benz cumpriu o que prometeu. Não foi necessária uma revolução no desenho, que passou por leves alterações, para que o dono de um Classe C 2018 brilhe os olhos para o modelo 2019. O carro vira o ano recheado de tecnologia e trazendo mimos com os quais esse tipo de consumidor se encanta.

A principal delas foi a inserção de uma nova versão, a 200 EQ Boost, que traz o mundo dos carros híbridos para esta categoria de sedãs premium, ainda carente de tecnologias complementares no Brasil (embora a marca não o considere um híbrido). Com ela, o Classe C se torna o primeiro do segmento a se valer de energia elétrica para potência extra, alcançando 183 cv e 28,5 kgfm de torque. Em que pese a nova motorização disponível, que entra no lugar da 250, o carro também recebeu novidades para quem quer usufruir de uma posição de dirigir que parece ter sido modelada “a la carte”, e de uma das direções mais precisas que você vai encontrar entre os sedãs.

Já era hora de a Mercedes-Benz trazer para o Brasil seu belo painel personalizável de LCD para os carros da marca, e no EQ 200 ela chega antes do que no Classe E Coupé, por exemplo. Melhorou também a central multimídia e, ainda que ela não seja manuseada por toques na tela, mostra evolução gráfica frente à antecessora. E, claro, aos rivais. Em especial o BMW Série 3, que, mesmo remodelado, ainda não oferece gadgets desse nível. Não bastasse o status, o novo Mercedes-Benz Classe C também oferece uma veia mais esportiva em meio ao seu semblante executivo. A versão 300 traz 258 cv de potência e excelentes 37,7 kgfm de torque, que podem levá-lo de 0- 100 km/h em apenas 5,9 segundos.

blog comments powered by Disqus