Segredo: como será o Audi Q4 e-tron, segundo elétrico da marca

Audi Q4 e-tron

A Audi acaba de lançar o seu primeiro modelo 100% elétrico, o e-tron, aqui no Brasil (leia aqui a avaliação em primeira mão, que publicamos hoje). Mas, como é esse o nosso trabalho, já começamos a desvendar aqui como será o Audi Q4 e-tron, o próximo veículo elétrico da marca alemã.

Feito na plataforma MEB, exclusiva para modelos elétricos do Grupo Volkswagen, o Audi Q4 e-tron terá cerca de 4,59 m de comprimento (o e-tron tem 4,90 m) e, como o irmão e muitos elétricos atuais, será movido por dois motores, um em cada eixo.

O motor traseiro do Audi Q4 e-tron terá 204 cv e será usado na maioria das situações, enquanto o dianteiro terá 102 cv e será usado apenas em caso de perda de aderência ou emergências. A potência total do Q4 e-tron será de 306 cv, usando a energia de uma bateria de 82 kWh (que garante 450 km de autonomia). É uma potência próxima à de motores a gasolina com seis cilindros e turbo atuais.

Audi Q4 e-tron

O conceito que dará origem a ele, visto pela primeira vez no Salão de Genebra de 2019, exibiu uma nova linguagem estilística no interior. Rica em tecnologia, como sempre: além das telas de instrumentos e multimídia, terá realidade aumentada. E um acabamento caprichado, como vimos no novo Q3.

O Audi Q4 e-tron chega à Europa ainda no fim do ano, ou no começo do próximo, por causa do coronavírus. Em 2021, aparece sua variante Sportback, ainda mais ousada, com um design de SUV-cupê. Para o Brasil, podemos esperar o modelo pelo menos uns seis meses depois do lançamento no Velho Continente, como já aconteceu com o e-tron.

A NOVA EDIÇÃO DA REVISTA MOTOR SHOW, COM A COMPRA DO ANO 2020,
ESTÁ DISPONÍVEL GRATUITAMENTE EM NOSSO SITE. CLIQUE AQUI PARA LER

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar