Seguro do carro poderá ficar mais barato com novas regras

Novas regras permitirão a formulação de segurros personalizados, de acordo com a necessidade de cada segurado

0
1311
Entenda como a Nova Lei de Trânsito pode afetar o seguro automóvel
Entenda como a Nova Lei de Trânsito pode afetar o seguro automóvel

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) vai mudar algumas regras para a formulação de apólices de seguros a partir do próximo dia 1° de setembro. Isso vai permitir seguros mais personalizados e de acordo com a necessidade de cada cliente, e potencialmente diminuir os custos com o serviço.

O proprietário poderá contratar apenas as coberturas que achar necessário. Será possível ter seguro do carro apenas para acidentes, por exemplo, deixando de fora roubos e furtos, caso o dono do carro deseje. Com apenas coberturas parciais, a apólice tende a ficar mais barata.

Outra mudança importante é que será possível vincular o seguro ao condutor, e não apenas ao veículo. Com isso, todos os carros conduzidos por um motorista específico estarão cobertos durante o uso, como carros alugados ou mesmo emprestados de amigos ou familiares.


+ SUV Duster ganha atualização visual e novo câmbio na Europa
+ Veja 5 SUVs premium seminovos pelo preço de um Jeep Compass turbo
+ Confira quais são os 5 SUVs usados mais negociados no Brasil
+ Confira os 10 SUVs mais vendidos em maio de 2021

Coberturas parciais

Outra novidade será a cobertura parcial do valor do carro. Caso o veículo seja roubado ou sofrer perda total, o segurado pode optar por receber apenas metade do valor integral, por exemplo. Essa modalidade também diminuirá o valor da apólice consideravelmente.

Tornando as apólices mais flexíveis, a Susep espera ampliar o universo de carros segurados no país. Atualmente 84% da frota nacional roda sem qualquer proteção, segundo dados de 2019 do Departamento Nacional de Trânsito.

Algums altenativas já mexeram o mercado de seguradoras, como os seguros intermitentes, ou por quilômetro rodado.