Sem espaço, fundador do WhatsApp vende coleção de Porsches

Os esportivos alemães serão oferecidos no dia 8 de março, em um leilão nos Estados Unidos

14433
Porsche 964 Carrera RS (Reprodução/Gooding & Company)

Co-fundador do WhatsApp, o bilionário Jan Koum vai vender a sua coleção de Porsches. Os esportivos serão oferecidos no dia 8 de março, em um leilão organizado pela Gooding & Company em Amelia Island (EUA).

De acordo com a Forbes, Koum está atualmente na 170ª posição da lista de homens mais ricos do mundo, com uma fortuna estimada em US$ 9,4 bilhões (cerca de R$ 35 bilhões). Mesmo assim, o co-fundador do Whatsapp justificou a falta de tempo e de espaço na garagem como os motivos para se desfazer da sua coleção.

“Muitos desses Porsches estão entre os melhores exemplares disponíveis para venda no mundo e são parte importante da minha coleção de carros. Se eu tivesse tempo e espaço ilimitado para guardá-los, não venderia nenhum deles”, destacou Koum em uma nota divulgada pela Gooding & Company.

São dez carros, sendo dois Carrera RS geração 964, e um Carrera RS da geração 993, um GT3 RS 3.8 2010, um GT3 RS 4.0 e um GT2 RS (ambos de 2011), um Cayman GT4 de 2016 (produzido sob encomenda e que rodou menos de 800 quilômetros), e um 911 R, também de 2016 e mantido no estado em que saiu da fábrica.

Já entre as raridades estão uma das apenas 53 unidades produzidas para a América do Norte do GT3 RS 3.6 de 2008 e um dos apenas 162 exemplares vendidos nos Estados Unidos do 918 Spyder Weissach, de 2015.