Série especial, um bom negócio

Seguindo o caminho já trilhado pela versão esportiva Mégane Extreme, até o fim do ano a Renault oferecerá uma série especial, também esportiva, do seu hatch “quase médio”, o Sandero. Batizada “Vibe” (vibração), tem como alvo o consumidor jovem, que faz questão de um visual diferente.


Vale avisar que não é tão diferente assim. Baseada na versão Expression, intermediária, vem com os mesmos equipamentos de série (ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas e regulagem de altura do banco do motorista) e mais algumas novidades: faróis com máscara cinza, lanternas fumê, frisos laterais, maçanetas e retrovisores na cor da carroceria (prata, preta, cinza ou branca), faróis de neblina e ponteira bom negócio Série especial, um de escapamento cromada, além de adesivos da versão, coluna C preta e rodas de liga aro 15 na cor grafite.

A série Vibe, a princípio, será oferecida apenas com motor 1.6 8V. Para o uso urbano, é até mais ágil que o 1.6 16V, porém seu desempenho não pode ser chamado de esportivo. Mas é um carro econômico, com bom espaço interno e desconto nos itens extras. Além disso, séries especiais costumam ser boas de revenda.

No interior, mais alguns detalhes diferentes, como quadro de instrumentos com borda branca e ponteiros vermelhos, detalhes prata, puxadores das portas com adesivos da versão (que podem não agradar a todos), tecido dos bancos com desenho esportivo e um novo CD player com MP3 e comandos satélite na coluna de direção.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorPara pequenas famílias
Próxima notíciaUma vida na fórmula 1