Simplesmente gigantesca

Tudo na Ram 2500 é superlativo, gigantesco e monstruoso – a começar pelas medidas de sua carroceria. Com quase seis metros de comprimento e dois metros de altura, a picape produzida no México retorna ao Brasil depois de um ano e meio afastada de nosso mercado. Agora, porém, ela não é apenas mais um veículo da Dodge: Ram virou o nome de uma marca independente, ainda parte do grupo Chrysler/Dodge/Jeep.

A maior novidade da picape está debaixo do capô. E bota maior nisso: o motor a diesel Cummins tem agora 6,7 litros, contra os já exagerados 5,9 litros da geração anterior. A potência teve que ser diminuída de 350 cv para 310 cv por conta dos novos limites de emissões de poluentes, mas, mesmo assim, seu desempenho não decepciona. Como 95% do exagerado torque de 84,6 kgfm está disponível já a baixas 1.500 rpm, as acelerações são lineares e fica fácil movimentar suas mais de três toneladas. Sobra até fôlego para puxar cinco toneladas e meia com o uso do kit opcional de reboque e engate Mopar.

Embora use suspensões de eixo rígido na frente e atrás, a Ram 2500 impressiona pelo equilíbrio em curvas, mesmo com a caçamba vazia, como comprovamos em um inusitado testdrive no autódromo do Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Para maior segurança, ela tem controle de tração, ABS, seis airbags e o monitor de pressão dos pneus. O modo de tração e a reduzida são selecionados por botão.

Os mais baixinhos encontram dificuldade para entrar no habitáculo, mas são recompensados: bancos e painel são forrados de couro e o apoio de braço dianteiro se transforma em encosto. Seis adultos se acomodam bem (o entre-eixos é de absurdos 3,782 m) e o acabamento mescla madeira e alumínio. O sistema de som tem tela de 6,5″ sensível ao toque e disco rígido de 30 GB. Há ainda aquecimento dos bancos e do volante, sensor de estacionamento e vidro traseiro com acionamento elétrico.

Dodge Ram 2500

MOTOR seis cilindros em linha, 6,7 litros, 24V, turbo e intercooler TRANSMISSÃO automática, seis marchas, tração traseira ou 4×4, reduzida DIMENSÕES comp.: 5,83 m – larg.: 2,02 m – alt.: 1,99 m ENTRE-EIXOS 3,782 m CAÇAMBA 1.628 litros PNEUS 265/70 R17 PESO 3.279 kg ● DIESEL POTÊNCIA310 cv a 3.000 rpm TORQUE 84,6 kgfm a 1.500 rpm VELOCIDADE MÁXIMA não disponível 0 – 100 KM/H não disponível CONSUMO 9 km/l (média cidade/estrada, estimado)

No alto, o painel, com o detalhe do botão de acionamento do 4×4. Acima, a alavanca de câmbio na coluna de direção e o sistema de som Alpine 7.1 touchscreen com HD. Abaixo, o pequeno terceiro assento dianteiro, que vira um apoio de braço com porta-objetos, e o banco traseiro, onde podem viajar mais três passageiros

Vendida apenas na versão Laramie, por R$ 149.900, a 2500 teria como maior rival a Ford F-250. Mas, como ela parou de ser vendida no Brasil há meses, a Ram ficou sem concorrentes diretas. É a única picape grande no mercado. Focada em fazendeiros, é uma interessante alternativa “pesopesado” às versões topo de linha das tradicionais picapes médias, como VW Amarok, Nissan Frontier, Chevrolet S-10 e Toyota Hilux, que têm preços na casa dos R$ 130 mil.

Veja também

+ Fiat faz desconto em toda a linha; preço do Toro cai R$ 32 mil
+ Acesso de fúria de macaco deixa um homem morto e 250 pessoas feridas na Índia
+ Risco de casos graves de Covid é 45% maior em pessoas com sangue do tipo A, segundo pesquisadores europeus,
+ Aprenda a fazer o brigadeiro de paçoca de Ana Maria Braga