STATION WAGON: Audi A4 Avant

Um carro de família não precisa deixar de ser carro

CONFIRA AQUI TODOS OS PREMIADOS NO COMPRA DO ANO 2019

As peruas caíram em desgraça há alguns anos. Os consumidores que as elegiam para levar a família em viagens de norte a sul viram nos SUVs veículos mais práticos, confortáveis e derramando status. Contudo, elas parecem imortais e a cada ano algumas marcas consolidam sua posição nesse nicho de resistência. E dos três lançamentos no segmento este ano, o Audi A4 Avant, com a versão Limited Edition, foi o que mais representou esse sentimento de que um carro pode ser familiar sem ser um SUV. Mais do que o modelo reestilizado do Golf Variant, ou a bela, porém caríssima, variação da Mercedes-Benz, sua concorrente direta, a C 300 Estate.

Feito sobre a plataforma MQB, o Audi A4 Avant não impressiona pelos números da ficha técnica, afinal, seus 190 cv e 32,8 kgfm de torque, extraídos do 2.0 TFSI, parecem pouco para movimentar esse corpanzil de 4,72 m e 1.420 kg de peso. Mas não são: a aceleração de 0-100 km/h em ótimos 7,5 segundos é só um exemplo do bom desempenho. E sua capacidade dinâmica não se assemelha a algo que traz 505 litros de capacidade no porta-malas, em especial se você estiver acostumado a um utilitário de mesmo porte, longe do chão e, certamente, com muitos quilos extras.

Outras particularidades do A4 Avant estão expostas ao motorista logo ao se apresentar a bordo. O Audi Virtual Cockpit impressiona pela qualidade da resolução e, em especial, por deter uma capacidade ímpar de interação entre homem e máquina atrelando à visão de bordo funções do sistema multimídia MMI Touch, um dos mais avançados entre os carros nessa faixa de preços e, certamente, o melhor entre as rivais familiares.