Teste rápido: andamos no novo Hyundai HB20; confira

O Hyundai HB20 mudou radicalmente em relação ao antecessor, além de incorporar novos e importantes equipamentos de segurança e de conveniência

0
47
Novo Hyundai HB20
Foto: Divulgação

A linha 2023 do Hyundai HB20 “mudou da água para o vinho” (leia tudo sobre o modelo aqui), com a gama composta por sete versões, sendo duas opções de propulsores e de transmissões. São elas: Sense 1.0 (a partir de R$ 76.690), Comfort 1.0 (R$ 79.990), Limited 1.0 (R$ 85.490), Comfort 1.0 TGDI MT (R$ 93.790), Comfort 1.0 TGDI AT (R$ 99.390), HB20 Platinum 1.0 TGDI AT (R$ 105.390) e Platinum Plus 1.0 TGDI AT (R$ 114.390).

Inteiramente revisto, o bem elaborado visual do exterior em nada remete ao estilo “controverso” do antecessor. Vieram os novos para-choques, com as luzes de seta/marcha à ré integrados, os faróis redesenhados, o desenho da lanterna, que corta de ponta a ponta a tampa do porta-malas, e as rodas de 16” redesenhadas. É um design alinhado aos demais modelos da Hyundai, a exemplo do sedã Elantra e do SUV Tucson.

Tivemos a oportunidade de avaliar o Hyundai HB20 no Circuito Panamericano, no interior de São Paulo. E as nomenclaturas TGDI escondem sob o capô a mecânica tricilíndrica 1.0 com turbo, injeção direta e intercooler associado ao câmbio automático ou manual de seis marchas. Uma casamento capaz de gerar até 120 cv de potência e 171,6 Nm (17,5 kgfm) de torque. 

+ Hyundai HB20S aparece com o novo visual adotado pelo hatch
+ Compra do Ano 2023/SUV compacto: Hyundai Creta
+ Hyundai lança Creta N Line 1.0 turbo no Brasil por R$ 159.490
+ Hyundai aposta em NFT e lança coleção exclusiva

Ao volante

Andamos na configuração topo de linha Platinum Plus 1.0 TGDI AT (iniciais R$ 114.390 ou R$ 118.390 para São Paulo), a qual é equipada com o propulsor de três cilindros 1.0 turbinado. E o compacto transmite disposição desde os baixos giros, assim como a caixa automática muda/reduz rapidamente as seis marchas e possibilita trocas manuais pelas borboletas atrás do volante ou pela alavanca seletora de marchas.

A dirigibilidade ainda é contribuída pela direção assistida eletricamente ágil e precisa ao esterço, além das suspensões copiarem muito bem o asfalto permitindo ao Hyundai HB20 apontar a dianteira com extrema facilidade no contorno de curvas e ainda com pouca rolagem da carroceria.


Novo Hyundai HB20
Foto: Divulgação

O contato com o solo é mérito dos pneus Michelin Primacy 4 de medidas 195/55 R16 ao passo que freios empregam discos ventilados no eixo frontal e tambores atrás.

Bom de dinâmica, o Hyundai HB20 ainda cuida da segurança dos até cinco passageiros e todas as configurações trazem seis airbags (frontais, laterais e de cortina), controles eletrônicos de tração/estabilidade, sinalização de frenagem de emergência, monitoramento de pressão dos pneus, assistente de partida em rampas e Isofix para fixação de bancos infantis, para citar.

Já a avaliada Platinum Plus 1.0 TGDI AT inclui sistema de alerta e frenagem autônomo, com reconhecimento de carros, pedestres e ciclistas, assistentes de ponto cego, de permanência/centralização em faixa e de tráfego cruzado traseiro, detector de fadiga, farol alto adaptativo, alertas de saída segura do passageiro e de presença no banco traseiro, por exemplo. 

Interior ergonômico

Ao abrir a porta, os comandos estão posicionados à mão e os bancos revestidos em couro/tecido acomodam muito bem o corpo e a coluna de direção é amplamente regulável em altura/profundidade. Isso contribuiu na elogiável posição de dirigir do Hyundai HB20.

Quem viaja atrás os 2,530 m de entre-eixos promovem um bom espaço para as pernas e os joelhos, enquanto o porta-malas entrega 300 litros indo a 930 litros após o rebatimento do banco traseiro.

A forração de couro aparece no volante, na manopla, no apoio de braço no console central e no acabamento das portas.

Outros destaques vão para o carregador de smartphone por indução, as tomadas USB do Tipo A/Tipo C (uma delas dedicada aos passageiros traseiros), o multimídia de 8” dotado de Android Auto/Apple Car sem fio e o quadro de instrumentos Supervision Cluster totalmente digital de fácil visualização.

Foto: Divulgação

A conexão do serviço de carro conectado Bluelink é de responsabilidade da Vivo Empresas com chip embarcado. Entre as funcionalidades, há rastreamento/imobilização do veículo, notificação de alarme, assistência de emergência 24 horas, notificação automática de emergência, localização e de diagnósticos.

De acordo com o fabricante, o período de degustação gratuita do Bluelik aumentou de seis meses para três anos válido a partir da data de compra do veículo.

O Hyundai HB20 melhorou nos quesitos visual e conteúdo. Afinal, agora ele ganha novas armas para se destacar em meio aos concorrentes, como o Chevrolet Onix, o Fiat Argo, o Honda City Hatchback, o Peugeot 208 e o Volkswagen Polo.


FICHA TÉCNICA

HYUNDAI HB20 PLATINUM PLUS 1.0 TGDI AT 
Preço básico: R$ 114.390 (R$ 118.390 para São Paulo) 
Carro avaliado R$ 114.390 (R$ 118.390 para São Paulo) 

Hyundai HB20 Platinum Plus 1.0 TGDI AT
Motor: três cilindros em linha 1.0, 12V, duplo comando variável na admissão e no escape, turbo, injeção direta e intercooler 
Cilindrada: 998 cm³
Combustível: flex
Potência: 120 cv a 6.000 rpm (g/e)
Torque: 171,6 Nm a 1.500 rpm (g/e) 
Câmbio: automático sequencial, seis marchas
Direção: elétrica
Suspensões: Macpherson (d) e eixo de torção (t) 
Freios: discos ventilados (d) e sólidos (t)
Tração: dianteira 
Dimensões: 4,015 m (c), 1,720 m (l), 1,470 m (a)
Entre-eixos: 2,530 m
Pneus: 195/55 R16
Porta-malas: 300 litros (930 litros após o rebatimento do banco traseiro)
Tanque: 50 litros
Peso: 1.110 kg
0-100 km/h: 10s7 (g) e 9s3 (e)
Velocidade máxima: 190 km/h (g/e) 
Consumo cidade: 12,2 km/l (g) e 14,3 km/l (e)
Consumo estrada: 10,8 km/l (g) e 10,2 km/l (e)
Emissão de CO2: 102 g/km
Com etanol = 0 g/km
Nota do Inmetro: B
Classificação na categoria: C (compacto) 

 

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Novo Honda HR-V: concessionária revela preço de lançamento do SUV
+ Novo HB20 surge com fotos oficiais e estreia nesta terça (5)
+ Preços da gasolina, etanol e diesel registram queda, segundo ANP
+ Avaliação: Jeep Renegade Trailhawk T270 4×4 é o ‘valentão’ da gama
+ Kia prepara o lançamento do Sportage no Brasil; assista
+ Compra do Ano 2023/Sedã Médio: Toyota Corolla
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Honda HR-V: nova geração do SUV desembarca no Brasil
+ GNV: conversão de carros dobra em SP; veja como fazer