Teste rápido: Peugeot 208 ganha o propulsor 1.0 e agrada ao volante

Uma das novidades da linha 2023 do Peugeot 208 é a estreia do propulsor tricilíndrico 1.0 naturalmente aspirado do Fiat Argo; confira nossas impressões

0
1581
Peugeot 208 Style 2023
Foto: Divulgação

Eis outro produto da sinergia Stellantis. Depois do Peugeot Partner Rapid (leia a nossa avaliação), agora a linha 2023 do compacto 208 traz o propulsor tricilíndrico 1.0 Firefly do Fiat Argo nas opções Like (R$ 72.990) e a inédita Style (R$ 79.990).

Tivemos a oportunidade de avaliar a novidade no traçado de 2.700 m de extensão do Autódromo Capuava, no interior de São Paulo, e a dirigibilidade agradou.

Após 16 anos, o Peugeot 208 voltou a oferecer um motor “mil” e o bloco de três cilindros vai casado ao câmbio manual de cinco marchas garantindo uma condução eficiente, seja nos baixos ou nos médios giros.

Com 1.102 kg, o Peugeot 208 1.0 Style embala com facilidade e exige poucas mudanças para manter o fôlego. Os engates da alavanca de câmbio são precisos e outros elogios vão para o baixo nível de vibração em marcha lenta e o isolamento acústico, sendo possível rodar com a agulha do conta-giros em 4.000 rpm, sem que o ruído do motor invada o habitáculo.


+ Peugeot dobra suas vendas em 2022; destaque para o 208
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Avaliação: Rápido, o Peugeot 2008 THP segue bom de guiar
+ Avaliação: Peugeot 3008 é um SUV duplamente injustiçado

O desenvolvimento envolveu a participação das equipes de engenharia da Stellantis em Porto Real (RJ), Betim (MG) e Palomar (Argentina). E para a plataforma CMP receber o tricilíndrico 1.0 FireFly da Fiat algumas adequações foram realizadas.

Entre elas, na calibração da central eletrônica, na vinda de novos tensionadores, alternador e motor de partida, além de modificações no sistema de escape/refrigeração e nos chicotes elétricos tanto do propulsor quanto do veículo.

Peugeot 208 Style 2023
O propulsor de três cilindros 1.0 naturalmente aspirado entrega até 75 cv de potência e 104,9 Nm (10,69 kgfm), quando abastecido com etanol (Foto: Divulgação)

As suspensões entregam uma calibração mais firme em relação ao do Fiat Argo. Segundo o fabricante, o conjunto do “dois-zero-oito” ganhou novas molas e amortecedores. Isso evidenciou a dinâmica do Peugeot da mesma forma que assegurou um bom controle de carroceria, com pouca inclinação nas curvas feitas mais apressadamente.

Peugeot 208 Style 2023
Foto: Divulgação

A condução ainda é evidenciada pela direção assistida eletricamente, a qual é leve em baixa velocidade e transmitindo o peso correto ao trafegar em velocidades mais altas.

O que a configuração Style oferece?

Já presente na França, a Style chega ao nosso mercado bem equipada e não há opcionais. Os destaques começam pelo exterior ao exibir a grade do radiador em acabamento Dark Chrome, o logotipo alusivo à versão na coluna “C”, os faróis Full LED com luzes de rodagem diurna (DRL) em formato “Dente de Sabre”, a ponteira de escapamento cromada, as capas dos retrovisores, as rodas de liga leve de 16” e o spoiler traseiro em preto brilhante.

Foto: Divulgação

Por dentro, chamam a atenção o carregador de smartphone por indução, o teto solar panorâmico e o multimídia de 10,3” (antes, de 7”) dotado de conectividade Android Auto/Apple CarPlay sem fio em todas as configurações.

Outros itens presentes são os bancos em revestimento Style com as costuras em azul, os quatro airbags (frontais e laterais), a câmera de ré/sensores traseiros, o alarme e os controles eletrônicos de tração e de estabilidade.

Peugeot 208 Style 2023
(Foto: Divulgação)

Portanto, a gama do Peugeot 208 passa a ser composta pelas opções Like 1.0 MT (R$ 72.990), Style 1.0 (R$ 79.990), Active 1.6 AT (R$ 94.990), Allure 1.6 AT (R$ 99.990), Griffe 1.6 AT (R$ 109.90) e a puramente elétrica e-208 GT (R$ 241.990). 


FICHA TÉCNICA

PEUGEOT 208 STYLE
Preço básico: R$ 72.990 (versão Like)
Carro avaliado: R$ 79.990 

Peugeot 208 Style
Motor: três cilindros em linha 1.0, 6V, comando de válvula com variação na admissão e no escape
Cilindrada: 999 cm³
Combustível: flex
Potência: 71 cv (g) e 75 cv (e) a 6.000 rpm
Torque: 98 Nm (g) a 3.250 rpm e 104,9 Nm (e) a 3.500 rpm
Câmbio: manual, cinco marchas
Direção: elétrica
Suspensões: MacPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: discos ventilados (d) e tambores (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,055 m (c), 1,960 m (l), 1,453 m (a)
Entre-eixos: 2,538 m
Pneus: 195/55 R16
Porta-malas: 265 litros (311 após o rebatimento do banco traseiro)
Tanque: 47 litros
Peso: 1.102 kg
0-100 km/h: 13s4*
Velocidade máxima: 162 km/h*
Consumo cidade: 14,7 km/l (g) e 10,4 km/l (e)
Consumo estrada: 16,3 km/l (g) e 11,3 km/l (e)
Emissão de CO2:  85 g/km
Com etanol = 0 g/km
Nota do Inmetro: B
Classificação na categoria: A (compacto)

 

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Imposto de Renda 2022: veja como declarar seu carro ou moto
+ Brasileiro que percorreu 17 países com Fusca morre em acidente nos EUA
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Teaser do Honda CR-V revela motorização híbrida e lanternas à la Volvo
+ Preço médio do diesel atinge o maior valor da série histórica; veja
+ Comparativo: Jeep Commander vs. Caoa Chery Tiggo 8
+ Comissão aprova incentivo a carros elétricos que pode chegar a R$ 1,3 bi
+ Conheça o mini carro a energia solar que não precisa de habilitação
+ Confirmado: Toyota Corolla GR desembarca no Brasil em 2023