Tiggo 2 elétrico será a próxima cartada da Caoa Chery

O pequeno eQ, versão elétrica do Chery QQ, poderia custar R$ 50 mil no Brasil

17830

O mercado de veículos elétricos também está no radar da Caoa Chery, única montadora que tem capital brasileiro presente no Salão de São Paulo. Junto com os novíssimos Tiggo 5x, Tiggo 7, Tiggo 8 e Arrizo 5, a empresa apresentou quatro modelos elétricos: eQ1, eQ, Tiggo 2e e Arrizo 5e. Segundo o presidente da Caoa Chery, Marcio Alfonso, a empresa estuda a possibilidade de entrar também nesse mercado, pois a Chery International investe desde 2010 na eletrificação dos veículos. Desde 2010, a montadora chinesa já acumulou mais de 430 patentes em tecnologias para veículos elétricos e 208 delas estão ativas. No primeiro semestre de 2018, a Chery cresceu 250% nas vendas desse segmento e atualmente ocupa a oitava posição no ranking mundial de veículos elétricos.

Mas qual seria o carro ideal para o mercado brasileiro? O mais barato, com certeza, seria o eQ, que é a versão elétrica do pequenino Chery QQ. Seu motor elétrico possui 57 cv de potência e alcance de 200 km. Trata-se de uma solução tipicamente urbana. Pelas contas já projetadas pela Caoa Chery, esse carro poderia custar cerca de R$ 50.000 no mercado brasileiro.

O eQ, entretanto, não parece ter o mercado mais promissor do mundo. Um QQ elétrico não tem grande apelo comercial. Por isso, a Caoa Chery já apresentou também o eQ1, que já foi concebido como um carro elétrico. Segundo a Chery, o eQ1 é uma referência mundial, pois seu alcance pode variar de 180 a 410 km com apenas uma carga da bateria. Porém, o motor é menos potente, de 41 cv. A vantagem é que suas baterias podem receber 80% da capacidade numa recarga de apenas 30  minutos. O Chery eQ1 tem 3,2 metros, duas portas e carrega quatro pessoas.

Tiggo e Arrizo elétricos

Como a eletrificação no mercado brasileiro está começando com modelos mais caros, é mais provável que a Caoa Chery arrisque menos e opte por um modelo mais convencional. Nesse caso, os dois carros disponíveis são o Tiggo 2e e o Arrizo 5e. Como os nomes já dizem, o SUV e o sedã são iguais aos modelos convencionais, porém equipados com motor elétrico e baterias de íon de lítio. O Tiggo 2e tem um motor elétrico de 129 cv e torque de 28,1 kgfm. Isso dá ao carro uma aceleração de 0-100 km/h em 9,3 segundos. Sua velocidade máxima é de 100 km/h, mas a autonomia sobe para 351 km.

Já o Arrizo 5e entrega maior comodidade para quem deseja fazer uma viagem maior. Sua autonomia é de 400 km (quatro viagens entre São Paulo e Campinas, por exemplo). A potência é a mesma do Tiggo 2e: 129 cavalos. Porém, a velocidade máxima é de 152 km/h, com aceleração de 0-100 km/h um pouco m ais lenta: 9,7 segundos. O Salão de São Paulo será usado para medir o interesse do público brasileiro pelos carros elétricos da Chery.

blog comments powered by Disqus