Town&Country sai de cena e vira Chrysler Pacifica

Após quase 30 anos, a Chrysler decidiu recomeçar do zero e mudou completamente o seu representante no segmento dos monovolumes, criado pela empresa no início dos anos 1980. E para substituir o Town&Country, a marca apresentou em Detroit o Pacifica, modelo que chega ao mercado no 2º semestre deste ano.

Com uma plataforma toda nova, o modelo abandonou as linhas tipicamente americanas que sempre marcaram o Town&Country para adotar um visual mais asiático (quem não se lembrou do JAC J6 ao olhar para a traseira do Chrsyler) e mais próximo das peruas. Na lista de equipamentos, destaque para o sistema de partida por controle remoto, as portas laterais e o porta-malas com abertura motorizada, por meio de gestos, e até um aspirador de pó integrado para a limpeza da cabine.

Sob o capô, o Pacifica conserva o mesmo motor 3.6 V6 Pentastar do antecessor, mas que recebeu melhorias técnicas para reduzir o consumo de combustível, como o sistema start-stop. A transmissão automática também é nova, de nove marchas.

A novidade é a nova versão híbrida, que combina o bloco V6 a gasolina com dois motores elétricos, que garantem uma autonomia de 48 quilômetros sem o uso do propulsor a combustão.