Toyota Corolla Cross e mais 40 SUVs que chegam no próximo ano

Enquanto o Toyota Corolla Cross estreia na Tailândia, conheça 40 novos SUVs, alguns em ilustrações exclusivas, que chegam ao mundo nos próximos doze meses

Toyota Corolla Cross

O Toyota Corolla Cross que está chegando agora à Tailândia — mas aqui deve estrear só no fim do ano que vem — é apenas o primeiro de muitos novos SUVs que chegam ao mercado global nos próximos doze meses. Este tipo de carro continua na moda, e, junto com os crossovers, seguem conquistando mercado. Confira aqui 41 novos SUVs, alguns previstos apenas para o mercado europeu, infelizmente. Alguns modelos são mostrados em ilustrações exclusivas de parceira Quattroruote. Clique nas imagens para ampliá-las e nas setas para ir para o próximo modelo ou voltar.


1. TOYOTA COROLLA CROSS

O Toyota Corolla Cross quase não entrou nesta lista. Confira mais sobre o modelo clicando aqui. Para nós ainda é futuro, mas para os tailandeses já é realidade, inclusive com preço definido. Talvez nem chegue ao mercado Europeu, na verdade. Aqui no Brasil, o Toyota Corolla Cross deve ter a mesma mecânica do Corolla, com opções de motor 2.0 de até 177 cv ou o mesmo conjunto 1.8 híbrido flex do Corolla Hybrid.

2. JEEP WRANGLER PLUG-IN

Um dos protagonistas a ser lançado nos últimos meses de 2020, o Jeep Wrangler híbrido plug-in promete deixar as trilhas mais verdes e será construído com base no motor turbo 2.0 de quatro cilindros. Alcance EV: 50 km.

3. JEEP GLADIATOR

A picape da marca americana chegará, em pequenos volumes: o 3.6 V6 a gasolina e o 3.0 V6 turbodiesel estarão disponíveis.

4. MINI COUNTRYMAN

Reestilizado com a atualização da meia-idade, ele ganhará refinamentos para os motores e transmissão automática de oito velocidades padrão na versão com tração integral. Leia sobre o modelo atual aqui

5. RENAULT CAPTUR PLUG-IN

Fique de olho porque será uma dos híbridos recarregáveis ​​mais baratos do mercado: 32.950 euros e 65 km de autonomia elétrica da cidade. Aqui, como sabemos, temos nosso Captur, que é diferente, feito sobre a base do Duster.

6. AUDI E-TRON SPORTBACK

Se a linha e-tron parece muito pesada, aqui está a alternativa. O e-tron Sportback tem variantes de 313 ou 408 cv, com 445 km de autonomia declarada.

7. KIA SORENTO

A nova geração do SUV grande coreano chegará até o final do ano à Europa. Além da versão turbodiesel 2.2 para a Europa, terá uma totalmente híbrida para os demais mercados. Se vem para o Brasil? Com o dólar atual, fica inviável.

8. MAZDA MX-30

Com a Mazda longe do Brasil, perdemos a chance de ter modelos interessantes como esse MX-20. O que eles fazem em Hiroshima é original. E será elétrico, com baterias leves (35,5 kWh) e portas traseiras suicidas.

9. CUPRA FORMENTOR

Tese de graduação para a marca esportiva da espanhola Seat, que faz parte do grupo Volkswagen, mas infelizmente passa longe do Brasil. Será seu primeiro modelo ad hoc: 2.0 turbo de 310 cv ou uma versão plug-in de 245 cv (com 50 km de autonomia elétrica)

10. TOYOTA RAV4 PLUG-IN

Irmão maior do Toyota Corolla Cross, o novo Toyota RAV4 pluável ter 306 cv, com 0-100 km/h em 6,2 segundos em um alcance elétrico de 65 km. São números que o colocarão no topo da linha do modelo. Mas, se a versão híbrida “normal” já está saindo a R$ 240 mil, essa deve ser ainda mais inacessível.

11. VOLKSWAGEN TIGUAN

O Tiguan não sofrerá um atualização qualquer: chegará a versão plug-in híbrida, a versão R de 320 cavalos. Mas isso para os europeus, que têm o Tiguan “curto”. Mas claro que o “nosso” Tiguan Allspace terá atualização visual similar.

12. AUDI Q5

As atualização do Audi Q5 incluirão luzes OLED e sistema de entretenimento avançado. Terá tanto versões híbridas leves, quanto plug-in. Chega à Europa em novembro, e, no Brasil, pouco depois.

13. FORD MUSTANG MACH-E

O Mustang Mach-E terá bateria de 75,7 ou 98,9 kWh, autonomia até 600 km , preços a partir de 49.900 euros para a versão standard de 258 CV. Mais tarde, ele terá um irmão sedã (leia aqui).

14. LAND ROVER DEFENDER PLUG-IN

No final de 2020, outro modelo icônico chegará em versão recarregável icônico: o Defender plug-in terá como base o motor Ingenium 2.0 turbo de quatro cilindros, com um total de 400 cv, segundo rumores. Veja aqui a avaliação da versão normal, que acaba de chegar ao Brasil.

15. LEXUS UX ELÉTRICO

A variante elétrica do crossover Lexus UX oferecerá 204 cv, 30,6 kgfm e viajará mais de 300 km graças à bateria de 54,3 kWh.

16. BMW iX3

Bateria de 80 kWh e autonomia de 459 km para o SUV elétrico de Munique, oferecido em duas versões a partir de 73.000 euros.

17. SEAT TARRACO FR PHEV

Mais um belo SEAT que infelizmente vai passar longe do Brasil. Caracterização esportiva e 245 cv na versão top do SUV espanhol, primo do Tiguan, prevista para fim deste ano ou início do próximo.

18. VOLKSWAGEN ID.4

Outro modelo que será lançado entre o fim deste ano e o começo do próximo, este com boas chances de vir ao Brasil: o SUV VW I.D.4 fará sua estreia com a combinação, inédita para a marca, de motor elétrico e tração integral.

19. AUDI Q4 E-TRON

O primeiro elétrico da marca feito sobre aa plataforma VW MQB deve vir ao Brasil em 2022 e será seguido por uma variante cupê. Que, obviamente será chamado de Sportback.

20. HYUNDAI TUCSON

Mais um híbrido chegando, esse com boas chances de disputar mercado aqui no Brasil. A nova geração do Hyundai Tucson , provavelmente ter as formas híbridas leve, completa e plug-in. Diesel? Quem sabe, mas só para os europeus, como sempre.

21. OPEL MOKKA

A plataforma multienergia CMP,  tornou possível reconstruir este SUV compacto do zero. Que será a gasolina, diesel e até elétrico. Como usa a mesma base do novo Peugeot 208, poderia vir para o Brasil pelas mãos da PSA, agora proprietária da Opel e parceira da Fiat. Na foto acima, a versão inglesa.

22. VOLVO XC40 RECHARGE

Com as versões a gasolina (leia aqui) e a recém lançada híbrida (leia aqui) fazendo sucesso no Brasil, o Volvo XC40 ganha uma versão de emissão zero, que fomos conferir nos EUA, no início do ano que vem. Que tal 408 HP, 400 km de autonomia e 40 minutos na tomada rápida para 85% da carga?

23. AUDI Q5 SPORTBACK

A proliferação de SUVs nunca para em Ingolstadt: no início de 2021, o Audi Q5 ganhará uma variante de carroceria mais esportiva, provavelmente chamado de Sportback.

24. BENTLEY BENTAYGA

A reestilização do SUV Bentayga, da Bentley, segue as mudanças do Continental GT: versão plug-in, manutenção dos motores V8 e o W12 , e um novo sistema de infotainment com tela de 10,9 “.

25. LAMBO URUS PERFORMANTE

Massimiliano Serra (Quattroruote)

Em Sant’Agata, os engenheiros trabalham em duas novas variantes do SUV que é um sucesso no mercado dos ultrarricos brasileiros: uma de (ainda mais) alto desempenho e outra plug-in. Lançamento previsto para o primeiro semestre de 2021. Acima, a versão que testamos na pista e nas ruas (confira a avaliação completa aqui).

26. NISSAN ARIYA

O modelo de relançamento elétrico só poderia ser um SUV: o Nissan Ariya vendas na Europa no início do ano, plataforma dedicada, sistemas de assistência de última geração. Mas deve passar longe do Brasil, ao menos a princípio.

27. MITSUBISHI OUTLANDER

O Mitsubishi Outlander, que já fez muito sucesso por aqui, emprestará a mecânica do próximo Nissan Qashqai. E vai chegar a 70 km elétricos.

28. TESLA MODEL Y

O Tesla Model Y é, na verdade, é versão SUV do Model 3 (leia aqui a avaliação): os europeus devem vê-lo no primeiro trimestre do próximo ano. No Brasil, deve chegar apenas pela mão de importadores independentes.

29. MERCEDES-BENZ EQA

Depois do EQC, que chegou ao Brasil agora (leia avaliação), será a vez do EQA, modelo elétrico baseado no GLA. O dela tem um papel importante: será o carro elétrico mais acessível da marca de Stuttgart.

30. NISSAN QASHQAI

O novo Nissan Qashqai chega no primeiro semestre e sua novidade mais importante será a versão plug-in, que fará com que o diesel desapareça completamente das listas europeias. Para o Brasil, o carro já foi prometido, mas nunca veio. E não deve vir agora, com o real tão desvalorizado.

31. SKODA ENYAQ

O SUV elétrico da marca tcheca compartilhará a mecânica (também integral) com o VW ID.4 e será oferecido com três versões de bateria.

32. MERCEDES-BENZ EQB

Com base no GLB (leia aqui), o novo EQB usará a mesma plataforma do EQA. Espera-se que tenha carregamento rápido, tração nas quatro rodas e autonomia de mais de 400 km.

33. RANGE ROVER

2021 deve ser o ano de estreia da quinta geração do Range Rover, um dos mais famosos, tradicionais e luxuosos de todos os SUVs: ampla gama, do V8 (de origem BMW) ao plug-in.

34. VOLKSWAGEN ID.5

Será a variante do cupê do ID.4. Mesma configuração para trem de força e baterias, lançamento na Europa em meados de 2021. Brasil? Talvez em 2022.

35. ALFA ROMEO TONALE

É sem dúvida o lançamento mais esperado do ano para os italianos, mas, como sempre, deve ficar longe do Brasil: o Tonale será o primeiro Alfa híbrido plug-in e terá cerca de 50 km de autonomia elétrica.

36. RANGE ROVER ELÉTRICO

Não será uma variante elétrica do Range Rover, mas um crossover esportivo mais baixo que o Velar (leia aqui). Ele será relacionado ao novo Jaguar XJ.

37. SKODA SUV-COUPÉ

O Skoda Enyaq está para o ID.4 assim como este modelo está para o ID.5: o SUV elétrico da República tcheca seguirá a moda dos SUV-cupês.

38. MASERATI D-SUV

Chave para o salto de volume da marca do Tridente, o irmão do Stelvio será produzido em Cassino e terá uma variante de plug-in. Mas sem diesel. Deve vir ao Brasil já no ano que vem.

39. KIA CROSSOVER ELÉTRICO

Baseado na nova plataforma elétrica E-GMP do grupo Hyundai, ele será inspirado no conceito Imagine, um SUV-cupê de 2019.

40. NISSAN X-TRAIL

Já apresentado nos Estados Unidos, o Nissan X-Trail chegará à Europa em 2021. Plataforma do Qashqai e talvez, neste caso, um plug-in híbrido sem precedentes. O carro já foi vendido no Brasil e sua volta já foi anunciada. Será que agora vem? Pouco provável.

41. TOYOTA YARIS CROSS

Irmão menor do Toyota Corolla Cross, ele é baseado no modelo europeu, com plataforma mais moderna do que o nosso. Se a Toyota fosse esperta, traria esse modelo para o Brasil. Não custa sonhar. Usará o novo powertrain híbrido com o motor três cilindros do novo Yaris (europeu), mas oferecerá muito mais espaço a bordo. Chega ao mundo no meio do ano que vem.