Toyota e Hyundai interrompem venda de carros a hidrogênio na Noruega

Explosão em posto de hidrogênio aconteceu na tarde da última segunda-feira e deixou duas pessoas feridas

Hyundai Nexo (Divulgação)

Após a explosão de um posto de hidrogênio deixar duas pessoas feridas na Noruega, a Toyota e a Hyundai anunciaram a interrupção temporária das vendas dos carros com célula de hidrogênio no país, por risco de desabastecimento do combustível.

O acidente aconteceu na tarde da última segunda-feira (10), na cidade de Sandvika (15 km da capital Oslo). Duas pessoas que circulavam de carro próximo ao local foram feridas após a onda de choque detonar os airbags dos seus veículos, aponta o site local NRK. Ainda não se sabe o que causou a explosão. Como precaução a operadora do posto, a empresa Uno-X, decidiu fechar todos os seus pontos de abastecimento no país.

Diferente dos elétricos convencionais, que dependem de tomadas de força, os carros equipados com célula de hidrogênio usam o gás para gerar energia e alimentar as baterias. Na Noruega, a Toyota comercializa o Mirai (leia mais aqui) e a Hyundai vende o Nexo (leia mais aqui).

Graças aos incentivos públicos, a Noruega é atualmente um dos principais mercados do mundo para veículos elétricos e híbridos. Até maio, o elétrico Tesla Model 3 era o modelo mais vendido do país no ano, com 7.548 unidades comercializadas.

Veja também

+ Fiat faz desconto em toda a linha; preço do Toro cai R$ 32 mil
+ Acesso de fúria de macaco deixa um homem morto e 250 pessoas feridas na Índia
+ Risco de casos graves de Covid é 45% maior em pessoas com sangue do tipo A, segundo pesquisadores europeus,
+ Aprenda a fazer o brigadeiro de paçoca de Ana Maria Braga