Toyota Hilux 2021 chega em nove versões flex e a diesel; veja os preços

A Toyota Hilux 2021 trouxe importantes alterações no visual, na mecânica e nos itens de conforto/segurança. Os preços iniciam em R$ 145.390

Toyota Hilux 2021
Foto: Divulgação

A Toyota apresentou hoje (17) a tão aguardada linha 2021 da Hilux. Fabricada em Zárate, na Argentina, a novidade chega às concessionárias a partir de 26 de novembro deste ano oferecendo tanto um design renovado quanto novos itens de segurança e de conforto/conveniência. Com uma trajetória de cinco décadas, a picape média quer roubar os olhares dos consumidores e fazer bonito diante das rivais Chevrolet S10, Ford Ranger, a dupla Mitsubishi L200 Outdoor e Mitsubishi L200 Triton Sport, Nissan Frontier e Volkswagen Amarok. 


Segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), nos dez primeiros meses deste ano, a “picapona” da Toyota teve 26.039 unidades emplacadas – 40.419 licenciadas no acumulado de 2019. Para manter os bons resultados, o design frontal foi renovado e as configurações SRX, SRV, SR e Power Pack (confira os valores abaixo) exibem novo para-choque, grades e faróis (são bi-LED na SRX).

A traseira também recebeu uma injeção de ânimo. As versões SR, SRV e SRX possuem a maçaneta cromada da tampa do compartimento de cargas, enquanto a SRX possui lanternas de LED exibindo um grafismo renovado no formato de “C”. O para-choque segue cromado nas SR, SRV e SRX. Segundo a Toyota, as Hilux cabine simples seguem com o visual já conhecido pelos brasileiros.

Ainda falando de design, as rodas da SRV e SRX usam pneus de medidas 265/60 R18. Segundo o fabricante, as versões SR e Power Pack possuem rodas de liga leve e de aço estampado, respectivamente, com “borrachudos” 265/65 R17. O restante da família traz um conjunto de 17″ de aço estampado e pneus 225/70.

+Avaliação: Chevrolet S10 Flex 4×4 é valente e muito mais barata que a versão a diesel
+Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece
+ Projeto cria nova lei sobre estepe do carro; veja como fica
+ Nova Zona Azul entra em vigor hoje; saiba o que muda
+ Viagem de carro: Chapada dos Veadeiros, o coração do Brasil

Novidades por fora e também na cabine

O multimídia com tela tátil de 8″ (encontrado nas SRX, SRV e SR, diesel e flex) estreou a conectividade Android Auto/Apple CarPlay. Já a SRX oferta o áudio composto por oito alto-falantes e um subwoofer (falante de graves) da renomada JBL.

Para elevar o conforto, a Hilux SRX ganhou os bancos frontais ventilados ao passo que as configurações SRV e SRX recebem sensores de estacionamento dianteiros/traseiros. O computador de bordo de 4,2″ é item das configurações SRX, SRV e SR e trouxe duas funções adicionais: os indicadores de velocidade digital e de posição das rodas dianteiras (uma referência da posição em três ângulos diferentes).

Desde a versão cabine simples, a Toyota Hilux 2021 vem equipada com dois airbags frontais e de joelhos para o motorista, além de bloqueio do diferencial traseiro (com acionamento elétrico), freios com ABS e sistema auxiliar EBD (distribuição eletrônica de força de frenagem) nas quatro rodas, cintos de segurança de três pontos, com pré-tensionador e limitador de força para o condutor e passageiro.

Todo o portfólio passou a ter assistente de subida, controles eletrônicos de estabilidade/tração e luz de frenagem de emergência. O Isofix para fixação de bancos infantis é um item das opções com carroceria cabine dupla (flex e diesel). Já as versões diesel SRX e SRV e flex SRV 4×4 e SRV 4×2 ganham os sensores de estacionamento dianteiros/traseiros. Essas versões ainda contam com sistema auxiliar BAS de assistência em frenagem de emergência nas quatro rodas. O assistente de descida é um equipamento das Hilux diesel SRX, SRV e SR.

Uma grande e importante novidade da linha 2021 da Toyota Hilux aparece no Toyota Safety Sense (TSS) disponível para a Hilux SRX. Estão presentes:

Sistema de Pré-Colisão Frontal (PCS):
utiliza a câmara e o radar para detectar veículos que circulam nas ruas/estradas. Caso haja uma possibilidade de uma colisão, ele alerta o motorista por meio de avisos sonoros/visuais e ativa a assistência de frenagem para evitar ou reduzir
os danos causados.

Sistema de Alerta de Mudança de Faixa com condução assistida (LDA): Em determinadas circunstâncias, o Sistema de Alerta de Mudança de Faixa (Lane Departure Alert System – LDA) detecta desvios de pista. Ele também possui a funcionalidade de condução assistida. O sistema pode aplicar pequenos movimentos de correção no volante para ajudar a manter a trajetória do veículo na pista aplicando os freios nas rodas do lado em que se deseja regressar para retomar a rota.

Controle de Cruzeiro Adaptativo (ACC): o sistema utiliza o radar na grade frontal e a câmera de bordo para detectar veículos, calcular sua distância e ajustar a velocidade para ajudar a manter uma distância predeterminada do veículo à frente.

+ Avaliação: Chevrolet S10 Flex 4×4 é valente e muito mais barata que a versão a diesel
+ Vale a Pena: Honda WR-V 2021 ou Volkswagen Nivus?
+ Carro usado e seminovo segue em alta: comprar ou vender?
+ Rezvani Hercules 6×6 é o utilitário para o fim do mundo com base de Jeep Gladiator

E o que muda sob o capô? 

A Toyota Hilux 2021 segue com motorizações diesel e flex. Entretanto, a mecânica 2.8 16V diesel teve um aumento de 15% na potência após a adoção do turbocompressor maior e passou a despejar 204 cv (27 cv a mais). Não só isso, como as configurações equipadas com câmbio automático de seis marchas (SRX, SRV e SR), agora entregam torque de 50,9 kgfm a 2.900 rpm (11% a mais em relação a antecessora). O consumo diminuiu em 4% em relação ao modelo antigo. As Toyota Hilux equipadas com câmbio manual de seis velocidades (Chassi, Cabine Simples e Standard Power Pack) seguem com 42,8 kgfm a 3.400 giros.

Outra mudança mecânica aparece na válvula solenoide na direção assistida hidraulicamente, que contribui no conforto em baixa velocidade e enrijece em velocidades mais altas.

Falando das opções bicombustíveis, elas trazem o propulsor Dual VVT-i Flex 2.7L 16V DOHC, com duplo comando de válvulas variável, capaz de entregar 163 cv (etanol) e 159 cv (gasolina). São três versões dotadas de transmissão automática de seis velocidades: SRV 4×4, SRV 4×2 e SR 4×2. A Toyota adiantou que a configuração esportiva GR-S estará disponível na Toyota Hilux 2021.

Toyota Hilux 2021
Foto: Divulgação

Já as diesel SRX, SRV e SR e a versão SRV 4×4 flex da nova Toyota Hilux 2021 possuem o diferencial de deslizamento limitado eletronicamente (LSD automático). A dinâmica do utilitário médio foi evidenciada e as configurações com carroceria cabine dupla passam a contar com suspensões dotadas de novas molas e amortecedores – a SRX ganhou amortecedores de maior diâmetro (de 30 para 32 mm). Em todas as configurações, aparecem novas buchas e suportes da cabine para beneficiar a rigidez lateral e reduzir os níveis de vibrações.

Confira os preços da Linha 2021 da Toyota Hilux

Toyota Hilux 2021 Diesel (4×4)
SRX AT: R$ 241.990
SRV AT: R$ 216.990
SR AT: R$ 201.790
STD Power Pack MT: R$ 188.990
Cabine Simples MT: R$ 170.890
Chassi MT: R$ 164.790

Toyota Hilux 2021 Flex
SRV 4×4 AT: R$ 169.790
SRV 4×2 AT: R$ 157.490
SR 4×2 AT: R$ 145.390

*Matéria em atualização 

 

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel