Toyota faz recall de RAV4 por risco de quebra de suspensão

A Toyota inicia hoje (8) uma Campanha de Chamamento Preventivo para o RAV4 Hybrid. O defeito aparece nos braços inferiores da suspensão dianteira


A Toyota inicia hoje (8) a Campanha de Chamamento Preventivo do RAV4 Hybrid. Segundo o fabricante, estão envolvidas 570 unidades fabricadas entre setembro de 2019 e outubro de 2019.

Segundo o fabricante, o defeito aparece nos braços inferiores da suspensão dianteira do utilitário esportivo híbrido por conta da produção inadequada do aço dos componentes. Eles podem apresentar rachaduras, que se alastrarão por toda a sua superfície, dependendo do estilo de condução do motorista, como nas acelerações e desacelerações súbitas.

Desta forma, há o risco dos braços inferiores se soltarem das rodas frontais e ocasionar acidentes, com danos materiais, além de lesões físicas ou fatais aos passageiros.

A partir de 13 de julho deste ano, a Toyota realizará gratuitamente a substituição dos braços inferiores (lado direito e lado esquerdo) da suspensão dianteira do Toyota RAV4 Hybrid (confira o nosso comparativo). O tempo de serviço é de aproximadamente três horas.

Os proprietários devem entrar em contato com a Rede de Concessionárias Autorizadas Toyota, para realizar o agendamento prévio. A relação de concessionárias para atendimento aos consumidores está disponível no site do fabricante.

Confira abaixo os chassis envolvidos (ordem não sequencial):

campanha Toyota RAV4

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel