TRAJE ESPORTE


No interior, poucas diferenças em relação ao modelo tradicional. O espaço está dentro da média do segmento

A japonesa Nissan percebeu que o consumidor brasileiro gosta e compra novidades sempre que cabem no seu bolso ou que têm um design irresistível. No caso do Sentra, a marca sabe que o recurso da esportividade é um bom apelo de venda. Mesmo não tendo uma mecânica diferenciada da versão convencional, com um motor mais potente, um câmbio de dupla embreagem ou mesmo um sistema de suspensões e freios de maior performance, essa nova versão SR tem apelo visual esportivo: saias laterais que deixam o carro mais robusto; desenho diferenciado do para-choque traseiro; aerofólio sobre a tampa do porta-malas com luz de freio com LEDs embutidos na peça; faróis e lanternas com máscara negra; e um logotipo “SR” na traseira que identi ca a versão. Todos esses recursos de design acabam rejuvenescendo o Sentra e, por tabela, quem o dirige. E, claro, as pessoas gostam de aparentar um espírito mais jovem.

Mecanicamente, o Sentra SR é igual ao resto da linha. O motor de quatro cilindros 2.0 é praticamente o mesmo que equipava os Nissan que chegaram aqui nos anos 90. Apesar da idade, ainda responde com e ciência. Tem 16 válvulas e comando de válvulas no cabeçote continuamente variável (que permite ótima dirigibilidade desde os baixos regimes e, ao mesmo tempo, baixo consumo de combustível quando dirigido de maneira moderada). Um propulsor com potencial para ter uma potência bem maior, mas que foi ajustado para ter consumo moderado e condução suave e prazerosa. Tanto que a 2.400 rpm o motor já oferece 90% de seu torque. Na transmissão, o novo modelo pode ser adquirido com um câmbio manual de seis marchas ou um automático continuamente variável (CVT), que impressiona mais pelo baixo consumo do que pela esportividade – e não conta com o recurso de marchas simuladas bastante usado por outras marcas.

Nissan Sentra SR CVT

MOTOR quatro cilindros em linha, 2,0 litros, 16V, comando variável TRANSMISSÃO automática continuamente variável (CVT), tração dianteira DIMENSÕES comp.: 4,57 m – larg.: 1,79 m – alt.: 1,51 m ENTRE-EIXOS 2,685 m PORTA-MALAS 442 litros PNEUS 205/55 R16 PESO 1.355 kg GASOLINA POTÊNCIA 143 cv a 5.200 rpm TORQUE 20,3 kgfm a 4.800 rpm VEL. MÁXIMA 190 km/h 0 – 100 KM/H 10,3 segundos CONSUMO cidade: 12,2 km/l – estrada: 17,7 km/l CONSUMO REAL cidade: 9,4 km/l – estrada: 12,6 km/l ETANOL POTÊNCIA 143 cv a 5.200 rpm TORQUE 20,3 kgfm a 4.800 rpm VEL. MÁXIMA 190 km/h 0 – 100 KM/H 10,3 segundos CONSUMO cidade: 8,1 km/l – estrada: 11,8 km/l CONSUMO REAL cidade: 6,2 km/l – estrada: 8,4 km/

O volante de direção permite regulagem apenas na altura e não na profundidade, o que prejudica um pouco a posição de dirigir. A posição alta da alavanca de câmbio, por outro lado, é uma boa solução ergonômica

VERDADEIROS ESPORTIVOS

Na mesma fábrica mexicana que produz nosso SR, a Nissan fabrica também os verdadeiros esportivos do Sentra. São duas versões: SE-R e SE-R Spec V. Esses, sim, têm desempenhos respeitáveis. O SE-R é equipado com motor quatro cilindros de 2,5 litros que gera 177 cv a 6.000 rpm e torque máximo de 23,8 mkgf a 2.800 rpm: um motor elástico e que permite retomadas primorosas desde as mais baixas rotações. Nessa versão, apenas a opção pelo câmbio automático CVT devidamente programado para uma performance mais esportiva. Depois, temos o mais nervoso SE-R Spec V. Ele é equipado com o mesmo motor 2.5, porém mais elaborado, com 200 cv a 6.600 rpm e torque máximo de 24,9 mkgf a 5.200 rpm. Essa versão tem apenas câmbio manual de seis marchas. Desempenho puro!

O Sentra SR é vendido nas cores prata e preto e tem de série controle automático de velocidade, vidros elétricos, rodas de liga aro 16, faróis de neblina, ABS, airbags frontais, alarme, CD com MP3, entrada auxiliar, cabo para iPod e controle de áudio no volante. Trata-se de um pacote bastante razoável, principalmente quando consideramos seu preço (mais baixo do que o dos concorrentes): R$ 57.490 para a versão manual de seis marchas e R$ 62.790 para a automática. Inicialmente a Nissan trará do México, onde o carro é produzido, um lote de apenas 800 unidades. Dependendo do sucesso dessa série, o número poderá crescer.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorMercado
Próxima notíciaContato