Transformers, o filme

Enquanto brincavam com seus Transformers, as crianças da década de 80 sonhavam com carros voadores e robôs que povoariam as ruas no século 21. O futuro chegou, mas os robôs continuam distantes e carros como Gol e Uno ainda são fabricados. Mas a magia não se desfez. Aquelas crianças cresceram e, agora, enfrentam filas gigantes nos cinemas de todo o País para, mais uma vez, mergulharem no universo dos carros que se transformam em robôs.

Muitos torcem o nariz para algumas adaptações feitas pelo diretor Michael Bay e, ao mesmo tempo, sorriem ao ver a empolgação dos meninos de hoje que, apesar de tanta informação, ainda têm o mesmo brilho nos olhos quando vêem os carros, seus objetos de desejo, ganharem vida como robôs quase humanos.

Crianças de hoje e de ontem acompanham, mais uma vez, a eletrizante batalha entre o vilão Megatron e o mocinho Optimus Prime, robôs alienígenas que circulam na terra disfarçados de veículos

A fórmula dos Transformers foi criada em 1984 (veja box) e virou referência de toda uma geração. Foram brinquedos, quadrinhos, desenhos e séries que conquistaram o público infantil na década de 80 e que agora chegam às telonas com produção executiva de Steven Spielberg. Transformar em filme uma série que marcou a vida de tantas pessoas não foi uma tarefa fácil. O orçamento da brincadeira ultrapassou o valor de superproduções como Armagedon e Pearl Harbor, chegando à cifra de US$ 147 milhões – valor recuperado já na primeira semana de exibição nos EUA.

Na trama modernizada, o personagem principal continua sendo o garoto Sam Witnicky, que compra o robô Bumblebee disfarçado de carro. Na nova história, trata-se de um Camaro amarelo. No roteiro original, esse robô, o mais carismático Transformres, era um inesquecível Fusca, também amarelo.

Duas raças de robôs lutam por um cubo que pode definir o futuro do planeta. Sam possui um velho óculos onde estão marcadas as coordenadas para se chegar ao disputado objeto. A raça Deceptions, liderada por Megatron (um Mustang da Polícia) pretende destruir a humanidade, enquanto os Autobots, comandados por Optimus Prime (disfarçado de caminhão turbinado) pretendem proteger a humanidade.

Bumblebee (o reluzente Camaro), Ironhide (a picape GMC Topkick) e Optimus Prime (um caminhão turbinado), o trio de robôs do bem, tenta proteger a humanidade

Entre as estrelas dos Autobots, estão o robô Jazz, que na série antiga era um Porsche e agora aparece de Pontiac Solstice, Ironhide (uma picape GMC Topkick) e Ratchet (um Hummer H2). Entre os malignos , além do lendário vilão Megatron, figuram Starscream, seu braço direito (um caça F-22), Blackout (um helicóptero MH-53) e Barricade (um Saleen S281).

Não importa sua idade. Se você gosta de carros e de filmes de ação, não deixe de assistir Transformers, porque a magia continua…

História dos Transformers

Os Transformers nasceram no Japão. Inicialmente eram brinquedos patenteados pela empresa Takara que, por volta de 1980, fechou uma parceria com outra fabricantes de brinquedos, a norteamericana Hasbro, para que esta pudesse distribuir os Transformers nos EUA. Para divulgá-los, a em- História dos Transformers presa resolveu criar um desenho animado. Apenas no ano de 1987 é que os Transformers passaram a ser transmitidos pela Rede Globo para as crianças brasileiras. Com o sucesso do desenho, não demorou muito para a série virar história em quadrinhos. Assim os Transformers foram eternizados na memória de muitos adultos de hoje.

COMPARTILHAR
Notícia anteriorFusquinhas do Mal
Próxima notíciaInvasão chinesa