Um alemão com muita pimenta

MALAGRINE

Os motoristas brasileiros praticamente já esqueceram da saga do primeiro Mercedes-Benz Classe A no Brasil. O slogan “você, de Mercedes” aproximou um pouco a marca premium do gosto popular, mas ela afastou-se novamente desde a chegada do novo Mercedes-Benz Classe A, lançado em abril de 2013. O mais perto de popular agora, com a marca da estrela de três pontas, é o sedã compacto Classe C, em sua versão de entrada C 180.


Se você acha, no entanto, que para por aí a sfi sticação do novo Classe A, oferecido em duas versões – A 200 Turbo Style e A 200 Turbo Urban –, ambas com motor 1.6 de 156 cv e câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas, é porque não contava com a entrada da grife AMG nesse segmento. É isso mesmo, o novo Mercedes-Benz A 45 AMG, lançado em dezembro de 2013, é o primeiro AMG oficial na categoria dos compactos – com motor transversal e tração dianteira predominante.

O esportivo derivado do Mercedes A 45 é, sem qualquer dúvida, um autêntico AMG. O motor dianteiro transversal de 1991 cm3 de cilindrada oferece potência de 360 cv a 6.000 rpm, com torque de 46 kgfm a partir das 2.250 rpm. Além de ser o motor 4 cilindros de série mais potente do mundo, é também o que tem a maior potência específica (181 cv/litro), mesmo considerando motores de maiores cilindradas e com mais cilindros.

Esse motor faz parte da família BlueDirect, turbo twin-scroll com pressão máxima de 1,8 bar e injeção direta de gasolina. O sistema de escapamento conta com um defletor automático, que, dependendo do tipo de condução, libera os gases, aumentando a e_ ciência e, ao mesmo tempo, proporcionando um ronco esportivo muito agradável. O maior desempenho desse motor exigiu alguns cuidados na refrigeração, inclusive um circuito exclusivo para resfriamento do óleo do sistema de transmissão.

O câmbio é o AMG SpeedShift DCT, de dupla embreagem e sete marchas, exclusivo da versão AMG, mas o ponto alto na parte mecânica do carro é a tração integral 4Matic, que direciona o torque desde 100% no eixo dianteiro, quando utilizado em trechos retos, até 50-50%, para maior e_ ciência das suspensões e aderência em curvas. Dotado do sistema automático de largada Race Start, o A45 AMG acelera, de acordo com o fabricante, de 0-100 km/h em rápidos 4,6 segundos.

Assim como em todos os modelos que passam pela AMG, o motor desse A 45 também é construído à mão, levando uma placa com o nome do engenheiro responsável por aquela unidade.

Avaliado no circuito da Fazenda Capuava, no interior de São Paulo, o Mercedes-Benz A 45 AMG mostrou, logo na primeira curva, que nada tem em comum com o desempenho do A 200 já conhecido. As suspensões exclusivas AMG colam o carro no asfalto, assim como os freios especiais (com discos de 350 mm na dianteira e 330 mm na traseira) seguram bem em entradas de curvas. Sabendo usar bem o câmbio, é possível contornar curvas perfeitas, com muita potência também na saída.

A posição de pilotagem é irretocável, com ajustes elétricos para os bancos dianteiros e regulagem em quatro vias da coluna de direção, que tem borboletas para trocas manuais. Isso faz parte do pacote normal do modelo, que ainda inclui bancos de couro perfurado preto e vermelho, cintos de segurança vermelhos e painel de instrumentos AMG. Externamente, o A 45 AMG tem rodas pretas de 19 polegadas com pinças de freio vermelhas, faróis de gás xenônio (alto e baixo), LED de iluminação diurna e teto solar. Esse último item pode ser dispensado na hora da encomenda do carro.

Para quem quer um toque adicional de exclusividade, a Mercedes oferece as opções do pacote aerodinâmico AMG, com defletor traseiro, molduras salientes adicionais dianteira e divisor aerodinâmico dianteiro, espelho retrovisor externo com capa de fibra de carbono, pacote exterior de fibra de carbono, defletor traseiro AMG, bancos AMG Performance e aumento do limite de velocidade de 250 km/h para para 270 km/h. O preço sugerido para o apimentado Mercedes-Benz A 45 AMG é de R$ 259.900.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorSem Capota, ainda melhor
Próxima notíciaMudança de Ares