Um Sandero esportivado para quem não precisa do R.S.

Este Sandero GT Line não tem o desempenho nervoso do irmão R.S. 2.0 (de 155 cv de potência com etanol), mas seu caráter esportivo aparece nas rodas aro 16, nos para-choques exclusivos, na nova grade do radiador, no difusor de ar traseiro e nas saias laterais. Ou seja, esse Sandero GT Line é tão esportivado quanto um Volkswagen Fox Pepper. O visual do Renault é relativamente arrojado – contudo, o bloco 1.6 8V de 98/106 cv de potência (gasolina/etanol) têm desempenho apenas suficiente.

Há força nos baixos giros (85% do torque disponível a 1.500 rpm), mas são necessárias reduções de marcha em subidas muito íngremes ou em ultrapassagens. Nessas situações, o ruído do motor invade a cabine – mas nada que assuste. O câmbio manual de cinco marchas tem bons engates, mas a alavanca tem curso longo. As suspensões são civilizadas se comparadas às do Sandero R.S. Elas absorvem bem as irregularidades do piso. Entretanto, deixam a carroceria rolar nas curvas, prejudicando a estabilidade. Se por fora o Sandero GT Line agrada pelo visual invocado, por dentro a cabine cumpre sua parte.

Os bancos têm revestimentos que imitam fibra de carbono e detalhes em azul nas costuras. O mesmo tom aparece nas saídas de ar e nos aros do quadro de instrumentos. O volante é revestido de couro com emblema GT Line na base. De série, o Sandero GT Line tem ar-condicionado automático, sensor de estacionamento e central multimídia MediaNav Evolution, que traz rádio, bluetooth, GPS com informações de trânsito, funções Eco-Coaching e Eco-Scoring (para ensinar o motorista a dirigir de forma mais econômica) e acesso a mídias sociais.

O carro é uma opção para os consumidores que valorizam mais o visual do que a diversão ao volante — e ainda desejam economizar uma grana. Afinal, o Sandero GT Line custa R$ 48.990 e é quase R$ 10.000 mais em conta do que o Sandero R.S. Além disso, também é mais barato se comparado ao VW Fox Pepper, que sai por R$ 55.340 (com câmbio manual) ou por R$ 58.880 (automatizado) e tem motor 1.6 flex de 110/120 cv (g/e).

—–

Ficha técnica:

Renault Sandero GT Line 1.6

Preço básico: R$ 48.990
Carro avaliado: R$ 48.990
Motor: 4 cilindros em linha 1.6, 8V
Cilindrada: 1598 cm3
Combustível: flex
Potência: 98 cv a 5.250 rpm (g) e 106 cv a 5.250 rpm (e)
Torque: 14,5 kgfm a 2.850 rpm (g) e 15,5 kgfm a 2.850 rpm (e)
Câmbio: manual, cinco marchas
Direção: hidráulica
Suspensões: McPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: discos ventilados (d) e tambores (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,068 m (c), 1,733 m (l), 1,536 m (a)
Entre-eixos: 2,590 m
Pneus: 195/55 R16
Porta-malas: 320 litros
Tanque: 50 litros
Peso: 1.075 kg
0-100 km/h: 11s2 (g) e 11s (e)
Velocidade máxima: 177 km/h (g) e 179 km/h (e)
Consumo cidade: 10,6 km/l (g) e 7,3 km/l (e)
Consumo estrada: 12,5 km/l (g) e 8,7 km/l (e)
Emissão de CO2: 118 g/km
Nota do Inmetro: B
Classificação na categoria: A (Compacto)

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar