Um SUV eletrificado

Roberto Assunção

Os utilitários esportivos híbridos já são uma realidade nos mercados estrangeiros. Por aqui, o Mitsubishi Outlander PHEV (Plug-In Hybrid Electric Vehicle) é o primeiro SUV 4×4 desse tipo à venda. Tamanho não é documento para ser sustentável. O visual é semelhante ao das versões 2.0L e GT, mas as grandes inovações estão onde os olhos não enxergam.

Esse Mit usa motor 2.0 a gasolina (121 cv) e dois propulsores elétricos (um na dianteira e outro na traseira, de 82 cv cada um) alimentados por bateria de íon de lítio. O sistema PHEV OS (Operating System), escolhe qual dos três modos de condução atuará. A condição 100% elétrica funciona até 120 km/h, permitindo rodar 52 quilômetros somente com a carga da bateria. O modo híbrido em série também usa os dois propulsores elétricos para movimentar o carro, mas liga o motor a gasolina para acionar um gerador quando o nível da bateria está baixo. Já o modo híbrido em paralelo usa os três motores e favorece o desempenho.

Durante nossa avaliação, de São Paulo a Araçariguama (SP), o Outlander PHEV impressionou pela aceleração e pelo silêncio a bordo. Os modos de condução mudam imperceptivelmente. O SUV também é valente no fora de estrada e a tração 4×4 é feita simultaneamente pelo motor 2.0 e pelos dois propulsores elétricos. O centro de gravidade é 3 cm mais baixo, se comparado aos demais Outlander. 

Ao tirar o pé do acelerador ou frear, o sistema de regeneração entra em ação para recarregar a bateria. As borboletas atrás do volante não mudam as marchas (o câmbio CVT só tem uma), mas ajustam o nível de regeneração. Próximo da alavanca, o botão Charge recarrega a bateria em 40 minutos, usando o motor a gasolina (são consumidos três litros) e a tecla Save, quando pressionada, preserva o nível da bateria. Outra forma de recarga é plugar na tomada: dez horas em redes 110V ou cinco horas no 220V. Em uma estação de recarga rápida, cerca de 80% da carga é obtida em 30 minutos. Para acompanhar esse processo ou habilitar outras funções, como ligar ou desligar os faróis, a Mitsubishi criou um aplicativo para smartphones. O SUV híbrido já é uma realidade.