Uma dose extra de estilo e equipamentos

Roberto Assunção

O nome High Country batiza as configurações mais equipadas das picapes Chevrolet vendidas nos Estados Unidos. Agora chegou a vez das brasileiras. A linha 2016 da S10 ganhou uma com essa denominação – além de outras novidades como as inéditas Advantage, Freeride e Chassis Cab. Elas chegam para completar a gama ao lado das já existentes LS, LT e LTZ.

De diferente, a S10 High Country tem visual dotado de faróis com projetores e acabamento escurecido, aplique no para-choque dianteiro, estribos laterais, frisos cromados na parte de baixo dos vidros, santantônio projetado especialmente para a versão, capota marítima com desenho exclusivo, lanternas de LED, rack de teto, grade do radiador e maçaneta da tampa da caçamba cromados e rodas de liga leve aro 18 – as mesmas do Trailblazer LTZ, mas com nova pintura.


A cabine ganhou acabamento em dois tons e mais equipamentos, como no Trailblazer LTZ. A capota marítima também é diferente, e um logotipo na traseira identifica a nova versão

A cabine também segue o padrão de acabamento do Trailblazer LTZ, com bancos forrados de couro em dois tons (o do motorista com ajuste elétrico), costura pespontada e muitos itens de conforto e de conveniência, como ar-condicionado digital, computador de bordo, volante multifuncional, piloto automático, sensor de estacionamento traseiro, central multimídia MyLink com navegador por GPS, DVD player e câmera de ré.

Já ao volante, nenhuma mudança mecânica foi sentida (nem realizada), e a S10 continua mantendo seus atributos. Um deles está no bom torque disponível desde os giros baixos, que faz a picape deslanchar sem esforços. O câmbio automático de seis marchas assegura boas trocas, permitindo rodar a 80 km/h com o ponteiro do conta-giros marcando apenas 1.500 rpm, o que coopera no conforto acústico.

As suspensões tiveram a calibração mantida, com um acerto que assegura bom equilíbrio nas curvas, mesmo quando a caçamba está vazia. A tração 4×4 é selecionada por um botão no console central. Com a S10 High Country, a Chevrolet tem a chance de reforçar sua liderança do segmento, ao oferecer uma versão topo de gama recheada de equipamentos e com um visual invocado.

—–

Ficha técnica:

Chevrolet S10 High Country 2.8

Motor: 4 cilindros em linha, 16V, turbo
Cilindrada: 2.776 cm3
Combustível: diesel
Potência: 200 cv a 3.600 rpm
Torque: 51 kgfm a 2.000 rpm
Câmbio: automático sequencial, seis marchas
Tração: 4×2 ou 4×4, com reduzida e bloqueio
Direção: hidráulica
Dimensões: 5,347 m (c), 1,882 m (l), 1,910 m (a)
Entre-eixos: 3,096 m
Pneus: 265/60 R18
Caçamba: 1.061 litros
Tanque: 76 litros
Peso: 2.134 kg 0-100 km/h: não divulgado
Vel. máxima: não divulgada
Consumo: não divulgado
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: não participa (programa vetado a motores a diesel)