Uma Ferrari de R$ 87 milhões

A Ferrari 250 GTO Berlinetta 1962 tornou- se o carro mais valioso do mundo ao ser arrematada por US$ 38 milhões (algo próximo de R$ 87 milhões) e superou o recorde do Mercedes-Benz W196 R F1 de 1954 (US$ 30 milhões). O modelo é o 19° exemplar de 36 produzidos entre 1961 e 1964. No passado, o carro já foi propriedade do piloto de F1 Jo Schlesser e fazia parte do acervo do museu Maranello Rosso de São Marino, na Itália, fundado em 1989. 


 

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorAparece o Hyundai i20
Próxima notíciaDodge Journey