Uma nova proposta


KIA SOUL R$ 70.000

ESTIMADO

A modernidade será uma marca desses modelos. A entrada para iPod e…

Um novo segmento está nascendo no mercado nacional. A proposta é a de um carro familiar, nos moldes de uma minivan, mas feito sobre uma plataforma pequena, econômica, que utilize um conjunto motopropulsor de baixo consumo e bom desempenho. Um veículo que faz o papel de uma perua, no transporte de uma família média e suas tralhas, só que com mais conforto e espaço do que o oferecido pelas stations convencionais. Além disso, esse novo veículo acena para seu consumidor com a graça e o modernismo de novas propostas de design, com formas interessantes e de vanguarda. A coreana Kia e a francesa Citroën são as primeiras marcas a apresentarem produtos para esse mais novo segmento nacional. Pode-se afirmar que esses novos veículos deverão ser uma espécie de evolução de modelos como Meriva e Idea e deverão se posicionar até mesmo como um passo adiante do novo Honda Fit.

O primeiro produto nesse formato já foi apresentado ao público brasileiro no Salão do Automóvel no início de novembro. Concebido nos Estados Unidos (o centro mundial do carro familiar), desenvolvido na Coréia e finalizado na Europa, o Soul tem ares de carro mundial. No estande da Kia, o Soul chamou a atenção da maioria dos visitantes. Apresentado como um conceito no ano de 2006, o familiar coreano começou a ser produzido agora em 2008 e fez sua estréia mundial no último Salão do Automóvel de Paris. Para o nosso mercado, o Soul começará a ser comercializado na condição de importado, mas os planos da Kia são iniciar seus processos de montagem e nacionalização a partir de 2010.

Nessa primeira fase, vendido como importado, o novo familiar deverá custar ao redor dos R$ 70 mil. A marca espera apenas uma estabilização da moeda norte-americana para definir o preço final do modelo, uma vez que o dólar é a moeda internacional que vai reger o comércio do modelo importado. Acredita-se que uma versão montada na fábrica brasileira, com um índice razoável de nacionalização, terá um preço bem mais atraente que o da versão importada, possivelmente, na casa dos R$ 60 mil.

Na mecânica, o Soul será oferecido com um moderno motor quatro cilindros de 1,6 litro e 16V que gera 124 cv de potência máxima. Na transmissão, um câmbio manual de cinco marchas com opção por uma transmissão automática de quatro marchas. Na performance, um bom equilíbrio entre potência e torque, que se traduz em desempenho compatível e consumo dentro das expectativas, com baixas emissões. O modelo virá com seis airbags, freio a disco nas quatro rodas e ESP (controle de estabilidade da carroceria). Com portas altas e assentos elevados, o Soul é prático e confortável, oferecendo às pessoas em seu interior uma agradável sensação de espaço. Uma proposta bem interessante para o transporte seguro e confortável da família.

Dentro desse novo conceito, que não se limita unicamente às formas, a Citroën apresentou ao mundo, também no Salão de Paris, o C3 Picasso. Com design mais feliz que o do Soul, o C3 Picasso é ainda mais atraente. O novo modelo começará a ser comercializado no mercado europeu no primeiro trimestre deste ano. Aqui, começa a ser fabricado em 2010 e deverá ser a atração do Salão do Automóvel daquele ano. Não exatamente igual ao europeu, que utiliza a plataforma do Peugeot 207. A versão brasileira deverá seguir a política adotada pela Peugeot na versão brasileira do 207: utilizar a plataforma do 206. Na prática, isso significa que o C3 Picasso nacional deverá ter a base atual do C3, já adaptada e reforçada para nossas condições de ruas e estradas esburacadas. Talvez seja mesmo a opção mais acertada em termos de robustez.

O novo C3 Picasso está sendo totalmente desenvolvido por aqui, usando como base o carro francês e tudo o que ele oferece de novidades em termos de transporte familiar. Com pouco mais de 4 metros de comprimento e 1,73 de largura, a nova proposta tenta conciliar as dimensões externas de um carro médio com os espaços internos de uma minivan. A família agradece.

Para que se tenha uma idéia do espaço interior, só o porta-malas acomoda 500 litros de bagagens. Os bancos são móveis e modulares, criando espaços para pessoas e suas malas, dependendo das necessidades do momento. Os assentos altos e as grandes área envidraçadas ampliam a sensação de espaço para os ocupantes. Uma proposta muito interessante da Citroën, que tem a capacidade de surpreender com idéias e formas inusitadas. Na mecânica, o C3 Picasso deverá manter as mesmas ofertas do hatch atual: motor 1.6 16V Flex e câmbio manual de cinco marchas ou automático de quatro. Econômico e com índices contidos de emissão de poluentes, o novo conceito deverá agradar. Um carro que provavelmente criará seguidores. Apesar de cedo para se falar em preço, pode-se afirmar que, se esse novo produto fosse comercializado hoje, deveria custar cerca de R$ 60.000. Muito interessante…

 

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorAproveite as oportunidades
Próxima notíciaO C4 que faltava