Valente na cidade

PALIO FIRE 1.0 16V 2003

MANUTENÇÃO BARATA

DESVALORIZAÇÃO MÉDIA

Para quem quer um carro popular urbano que seja econômico, ágil, com manutenção barata e bom de mercado, o Palio Fire é uma ótima opção. O desempenho do motor Fire é um dos melhores da categoria para quem roda na cidade. “No perímetro urbano, ele roda muito bem, mas na estrada o motor pede mais marchas do que oferece”, diz o proprietário Paulo Carlos Duvivier. Ele afirma gostar do modelo, mas acha que um pouco mais de potência na estrada seria bem vinda. “Já tive um Siena 1.3 e para mim seu desempenho estava ótimo. Gosto do Palio, mas, no meu caso, que rodo bastante na estrada, o propulsor 1.0 Fire não me contenta” conclui.

O Palio Fire não é um carro luxuoso, mas pode ser uma opção econômica para o dia-a-dia. Procurando, você pode encontrar unidades com alguns opcionais a preços bem convidativos, com uma média de 60 mil km rodados

De acordo com o mecânico Ismar Corazza de Moraes, dono da oficina Mecânica e Auto Elétrica Alemão, os motores Fire 16V têm uma fragilidade na gaiola que prende o cabeçote. Mas, para ele, o principal defeito da linha Fire está no canal de alimentação do óleo. Muito estreito acumula borras e entope facilmente. Isso pode resultar em prejuízos maiores: “Já refiz motor Fire com apenas 38 mil rodados por causa desse problema”, afirma.

Pedro Sampaio Lima, ex-proprietário do modelo teve seu motor fundido justamente pela formação de borra no canal de óleo. “Quando parava para checar o óleo, sempre diziam que estava na hora da troca, mas como eu fazia manutenção freqüentemente, pensava que estavam agindo de má-fé”, conta Lima. Segundo ele, fora esse ocorrido, o carro lhe agradava muito, tinha manutenção barata e era bem econômico. “Mas para fazer o motor gastei cerca de R$ 3.500. O barato saiu caro”, conclui Lima.

SEGURO

MELHOR PERFIL R$ 2.579,77

SEM PERFIL R$ 6.176,89

FRANQUIA R$ 1.489,00

Preços cotados pela corretora Gamara (11-6262-4888) junto à Porto Seguro

Mas, com tantas qualidades, dá para apostar no carro apesar desse problema. Para evitar esse incômodo, basta fazer limpezas periódicas e cuidar das trocas de óleo.

Eu gosto…

“Ando a semana inteira com ele e o carro vale pelo custo/benefício. É um modelo bem econômico”

Rodrigo Cabral

proprietário

Eu não gosto…

“No perímetro urbano, ele roda bem, mas na estrada pede mais marchas do que oferece”

Paulo Carlos Duvivier

proprietário

Mercado

A desvalorização média do Palio Fire usado é de 2,2% ao ano. Ou seja, trata-se de um carro bom de mercado

Pelo mesmo preço

Ka 1.0i 3p 0km R$ 22.601

O desempenho pode até surpreender devido ao baixo peso, mas o espaço deixa muito a desejar.

Classic Life 1.0 2005 R$ 22.806

Tem o design já desatualizado, mas conta com tecnologia flex, ausente no Palio Fire 2003.

Hora da compra

Cuidado com as galerias de óleo

De acordo com os mecânicos, os principais defeitos do Palio Fire são a fragilidade da gaiola do cabeçote e o estreito canal de óleo, que, se não for limpo periodicamente, pode causar o travamento do motor por falta de lubrificação. O primeiro problema não tem muita solução, mas também é raro causar danos graves ao carro. Já o segundo é mais sério, mas pode ser contornado. Faça trocas de óleo regularmente, até antes do que está recomendado no manual do proprietário. É melhor não economizar nisso, pois o barato pode sair caro. Faça o serviço em oficinas, nunca em postos de gasolina, e use sempre o lubrificante recomendado pela montadora.

COMPARTILHAR
Notícia anteriorFusquinhas do Mal
Próxima notíciaInvasão chinesa