Veja 5 dicas de uso do manual do Ford Del Rey que ainda servem nos carros atuais

Produzido entre 1981 e 1991, o modelo era o mais luxuoso da filial brasileira da marca americana

0
775
Ford Del Rey
Ford Del Rey

Produzido entre 1981 e 1991, o Ford Del Rey era o modelo mais luxuoso da filial brasileira da marca americana. Verdadeira jabuticaba automotiva, foi fabricado apenas no Brasil, sendo uma variação mais sofisticada do Corcel. Modelo que por sua vez era uma variação do projeto do francês Renault 12.

+ Seis razões para acreditar que os carros antigos são mais legais
+ Bateria descarregada: saiba o que fazer para sair do sufoco
+ Cinco dicas para economizar combustível no seu carro
+ Saiba o que é considerado uso severo do veículo pelos fabricantes


Além do sedã de duas e quatro portas, o modelo foi oferecido também na versão station wagon de duas portas, inicialmente chamada de Scala e que, com o fim do Corcel, assumiu o nome de Del Rey Belina. Equipado com o motor 1.6 de origem Renault, ganhou nos seus últimos três anos de produção o motor 1.8 AP da Volkswagen. Reflexo da formação da Autolatina, a joint venture entre a Ford e o fabricante alemão nos mercados latinos.

Apesar da evolução dos automóveis nos últimos 30 anos desde o fim do Del Rey, algumas dicas de uso e conservação do manual do proprietário do modelo da Ford ainda podem ser aplicadas aos automóveis atuais. Confira a seguir.

Abastecimento de combustível

“A prática de encher vagarosamente o reservatório até o tudo de enchimento, após o desligamento automático da pistola da bomba, resulta em enchimentos excessivo, com consequente perda de combustível pelo sistema de respiro”, destaca o manual no tópico relativo ao marcador de combustível.

Além desse motivo, nos carros atuais existe ainda o risco de contaminação do cânister, um filtro de carvão ativado desenhado para coletar e filtrar o vapor de combustível do tanque de combustível.

Pedal de embreagem

“O deslizamento do disco causa um aumento de temperatura que poderá queimá-lo, prejudicando também o rolamento. Pela mesma razão, ao parar o veículo em um sinal de trânsito, ponha a alavanca de mudanças em ponto morto”, alerta no tópico relativo ao uso da embreagem.

A durabilidade do conjunto está diretamente relacionada ao uso do pedal. Por esse motivo, evite também segurar o carro em ladeiras com a embreagem.

Condução econômica

Várias das dicas de condução econômica do manual de Del Rey também podem ser aplicadas em carros atuais. Elas incluem a troca periódica de filtros, o alinhamento correto das rodas e o fato de ser desnecessário o aquecimento prévio do motor do veículo.

A relação cita ainda a adoção de um estilo mais calmo de condução, sem frenagens e acelerações bruscas e evitando paradas prolongadas com o motor em marcha lenta.

Uso severo

Tratado pela Motor Show numa matéria específica, o uso severo também aparece no manual do veterano da Ford. “Quando seu veículo transitar normalmente em conduções desfavoráveis (estradas lamacentas, regiões de muita poeira) reduzir os períodos de manutenção indicados”.

No caso do Dey Rey, a recomendação é que a troca do óleo seja feito a cada seis meses também nos carros que forem pouco utilizados, assim como a troca do filtro do ar deve ser feita a cada 10.000 km. Metade da quilometragem do uso “normal”.

Lavagem e conservação

“A pintura de seu veículo se conservará como nova se ele for lavado frequentemente. Nunca o vale ao sol, ou quando a carroceria estiver quente”, ressalta a recomendação de conservação do veículo.

O tópico cita ainda que não é recomendado o uso de lã de aço para o polimento de superfícies cromadas e as superfícies de borracha devem ser limpas apenas com água e sabão.

Mais na Motor Show

+ Senado aprova prorrogação da isenção de IPI para carro PCD até 2026
+ Volkswagen Taos argentino terá versão com apelo off-road, aponta site
+ Elétrico Chevrolet Bolt vira viatura policial no ES
+ Veja quais eram os 5 SUVs mais vendidos no Brasil há 10 anos
+ Porca presa que tirou Bottas do GP de Mônaco finalmente é retirada; veja o vídeo
+ General Motors irá projetar carros para rodar na Lua