Veja o caso do examinador de trânsito que oferece CNH em troca de Pix

0
3
Foto: Agência Brasil - Marcello Casal Jr.

O Detran-SP identificou um examinador de trânsito acusado de oferecer uma aprovação em exame prático de direção veicular a um candidato em troca de uma transferência bancária de R$ 400 via Pix.

A ocorrência aconteceu na última segunda-feira (20) em São José dos Campos, interior de São Paulo. O examinador foi levado à delegacia para prestar esclarecimentos e, até a conclusão das apurações, o Detran-SP suspendeu preventivamente seu credenciamento.


+ Detran de SP lista melhores (ou piores) desculpas para fugir da Lei Seca
+ Saiba quais são as 10 motos mais roubadas em SP e os locais com mais ocorrências

De acordo com o boletim de ocorrência, o candidato disse que havia cometido dois erros durante a prova prática de direção. Na sequência, recebeu um recado do examinador que seria reprovado a menos que efetuasse a transferência bancária. Se o valor solicitado fosse enviado, o candidato seria aprovado e receberia a CNH em 30 dias.

Além disso, o investigado apresentou um papel contendo um endereço de e-mail, que seria a chave para a transferência. Uma testemunha ouvida pela Polícia confirmou a versão do candidato. Já o acusado desmentiu que teria solicitado qualquer valor.

Caso a irregularidade seja constatada por parte do investigado, o Detran-SP vai instaurar um processo administrativo para apuração e responsabilização do mesmo, cujas penalidades podem culminar em uma advertência por escrito, suspensão das atividades ou cassação do registro de credenciamento.

O Detran-SP ressalta que não pede qualquer valor ao candidato à habilitação para facilitar sua aprovação. Aa taxas cobradas pelo departamento são fixas, como por exemplo: exame médico, psicotécnico e emissão da CNH, que somadas chegam a no máximo R$ 395, caso o aluno seja aprovado na primeira tentativa.

Confira abaixo as taxas cobradas pelo Detran-SP para o processo de habilitação:

-Exame médico (pagar diretamente ao médico): R$ 96,00 (R$ 70,40 no caso de candidato com deficiência);

-Avaliação psicológica (pagar diretamente ao psicólogo): R$ 112,00;

-Aulas teóricas e práticas: valores são estipulados pela autoescola (pagar diretamente à empresa);

-Taxa Detran-SP de exame teórico (pagar em banco conveniado): R$ 40,00;

-Taxa Detran-SP de exame prático (pagar em banco conveniado): R$ 40,00;

-Taxa Detran-SP de emissão da Permissão para Dirigir, a primeira CNH (pagar em banco conveniado): R$ 107,00;

Se o candidato for reprovado em um dos testes, deverá pagar ao Detran-SP a taxa para refazê-lo. Por exemplo, se ele não passou no exame prático, pagará novamente R$ 40,00. Reagendamentos não são cobrados.